Atentado ao Barão de Ladário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Atentado ao Barão de Ladário
Atentado contra a vida do Barão de Ladário, então ministro da Marinha.
Local Rio de Janeiro, Império do Brasil
Data 15 de novembro de 1889 (129 anos)
Alvo(s) José da Costa Azevedo
Feridos 1
Responsável(is) Republicanos radicais

O Atentado ao Barão de Ladário foi um atentado contra a vida de José da Costa Azevedo, na época, Barão de Ladário e Ministro da Marinha, por ter resistido contra a ordem de prisão dos golpistas durante a Proclamação da República do Brasil. O barão foi a única vitima da proclamação. José conseguiu sobreviver ao atentado e só veio a morrer em setembro de 1904.

Charge de Teixeira da Rocha ilustrando o episódio da prisão e ferimento do Barão de Ladário, Ministro da Marinha do Império (Vida Fluminense, de 17/11/1889).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Silva, Hélio: O Primeiro Século da República. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.