José Antônio Gomes Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Barão de Caetité)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José Antônio Gomes Neto
Nascimento 7 de março de 1822
Morte 5 de janeiro de 1890 (67 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação juiz

José Antônio Gomes Neto, primeiro e único Barão de Caetité, (Ceraíma (Guanambi) 7 de março de 1822 — Caetité, 5 de janeiro de 1890) foi um magistrado e nobre brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em 1822, na Fazenda Rio Grande, em Ceraíma (Gentio, atualmente território de Guanambi), então pertencente à Vila Nova do Príncipe e Santana de Caetité, filho do tenente-coronel José Antônio Gomes Filho e de D. Antônia Sofia de Azevedo Gomes.

Formado em Direito no Recife, em 1846, assume em Caetité a função de juiz, casando-se com Elvira Benedita de Albuquerque, filha do comendador João Caetano de Albuquerque. Residia na rua São Benedito (atual rua Barão de Caetité), em casa ainda existente. Exerceu a liderança política no sertão, recebendo a comenda da Imperial Ordem da Rosa e depois o baronato, em 1880.

Como registrou a historiadora Helena Lima Santos (irmã de Hermes Lima),[1] sua índole era moderada, de trato afável, o que lhe granjeou simpatia e admiração, refletida na condução dos destinos da cidade, quando exerceu a Intendência nos anos de 1880 a 84.

Faleceu em 5 de janeiro de 1890 na cidade de Caetité.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SANTOS, Helena Lima. Caetité, pequenina e ilustre, 2ª ed., Tribuna do Sertão, Brumado, 1996