Basaltos das ilhas oceânicas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lava basáltica do tipo OIB em erupção no Piton de la Fournaise em 2004.

Basaltos das ilhas oceânicas (frequentemente referido por OIB's, de ocean island basalts) é a designação dada em petrologia e geoquímica a um grupo de rochas basálticas frequentemente encontradas em ilhas vulcânicas localizadas longe dos limites das placas tectónicas, quase sempre associadas com a presença de pontos quentes e respectivas plumas mantélicas.[1][2][3]

Descrição[editar | editar código-fonte]

As formações constituídas por «basaltos das ilhas oceânicas» (ou OIB's) estão sempre instaladas sobre crusta oceânica, não se limitando às ilhas vulcânicas emersas u aos grandes edifícios vulcânicos, ocorrendo em estruturas vulcânicas submarinas de quaisquer dimensões.

A composição química destes basaltos desde o toleítico ao alcalino, mesmo dentro do mesmo grupo insular ou formação vulcânica, mas nunca assume carácter calco-alcalino.[4]

Durante a fase de «vulcão em escudo» de muitas ilhas associadas a pontos quentes mantélicos, os OIB's toleíticos constroem a maior parte da estrutura do vulcão. Após o período pós-erosivo, com frequência nestas ilhas ocorrem violentas erupções vulcânicas produtoras de basaltos alcalinos ou de outras rochas vulcânicas mais evoluídas com alto teor em minerais alcalinos.

Notas



Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.