Batalha de Ancara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Ancara
Battle of Ankara.jpg
Ilustração mongol da batalha.
Data 20 de julho de 1402
Local Planície de Çubuk, próximo de Ancara (atual Turquia)
Desfecho Vitória Timúrida
Beligerantes
Império Timúrida Império Otomano
Sérvia Morávia
Comandantes
Timur
Shahrukh Mirza
Khalil Sultan
Miran Shah
Abu Bakr
Sultão Huseyn
Mohammed Sultan
Shah-i-Shahan
Bayezid I
Süleyman Çelebi
Mehmed
Estêvão Lazarević
Forças
140 000 85 000
Baixas
~ 40 000 mortos ou feridos ~ 40 000 mortos, feridos ou capturados

A Batalha de Ancara foi uma batalha travada nas proximidades de Ancara, em 20 de julho de 1402, envolvendo as tropas otomanas de Bajazeto I e os mongóis de Tamerlão, fundador do Império Timúrida. Ela foi sangrenta e resultou na derrota das forças otomanas turcas. Bajazeto foi aprisionado por Tamerlão e posto a desfilar pelas ruas da cidade em uma gaiola de ferro. Tamerlão, contudo foi ferido em combate o que valeu-lhe o apelido de Tamerlão "O Coxo" (Tmur i Leng) pelos seus súbditos.[1][2]

Essa batalha foi importantíssima para desarticular o avanço otomano sobre as áreas do Império Bizantino, seriamente ameaçado pelo progresso de Bajazeto I sobre a Ásia Menor e os Bálcãs. Salvou também os povos cristãos dos Bálcãs, que tiveram seu território invadido e protelou a conquista de Constantinopla, objetivo de Bajazeto, por mais quase meio século.[2]

Referências

  1. Grousset, René (1970). The Empire of the Steppes: A History of Central Asia. [S.l.]: Rutgers University Press. ISBN 978-0-8135-1304-1 
  2. a b Tucker, Spencer (2010). «Battle of Ankara». Battles that Changed History: An Encyclopedia of World Conflict. [S.l.]: ABC-CLIO. pp. 139–141. ISBN 978-1-59884-429-0 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha de Ancara