Bálcãs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 Nota: Se procura a cadeia homônima de montanhas, veja Cordilheira dos Bálcãs.
Topografia da península Balcânica
Mudanças políticas na península entre 1796 e 2008

Os Bálcãs, Balcãs, correspondendo parcialmente com a Península Balcânica, é uma área geográfica no sudeste da Europa com várias definições geográficas e históricas. A região leva o nome das montanhas dos Balcãs que se estendem por toda a Bulgária. A Península Balcânica faz fronteira com o Mar Adriático a noroeste, o Mar Jônico a sudoeste, o Mar Egeu ao sul, os estreitos turcos a leste e o Mar Negro a nordeste. A fronteira norte da península é variadamente definida. O ponto mais alto dos Bálcãs é Musala, 2 925 m (9 596 ft), na cordilheira de Rila, Bulgária.[1][2][3][4][5]

O conceito de Península Balcânica foi criado pelo geógrafo alemão August Zeune em 1808, que erroneamente considerou as Montanhas dos Balcãs o sistema montanhoso dominante do sudeste da Europa, abrangendo desde o Mar Adriático até o Mar Negro. O termo Península Balcânica era sinônimo de Rumélia no século 19, as partes da Europa que eram províncias do Império Otomano na época. Tinha uma definição geopolítica e não geográfica, que foi promovida durante a criação do Reino da Iugoslávia no início do século 20. A definição das fronteiras naturais da Península Balcânica não coincide com a definição técnica de uma península; portanto, os geógrafos modernos rejeitam a ideia de uma Península Balcânica, enquanto os estudiosos históricos geralmente discutem os Bálcãs como uma região. O termo adquiriu um significado estigmatizado e pejorativo relacionado ao processo de balcanização. O termo alternativo usado para a região é Sudeste da Europa.[6][5][7]

As fronteiras dos Balcãs são, devido a muitas definições contrastantes, contestadas. Não existe um acordo universal sobre os componentes da região. O termo pela maioria das definições abrange totalmente a Albânia, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Grécia, Kosovo, Montenegro, Macedônia do Norte, Turquia Europeia e grandes partes da Croácia e Sérvia. Às vezes, o termo também inclui a Romênia e partes do sul da Eslovênia. A Itália, embora por algumas definições tenha uma pequena parte de seu território (a província de Trieste) na Península, é geralmente excluída.[6][5][7] Embora não tenham território na península, Hungria e Moldávia são ocasionalmente incluídas por razões culturais ou históricas.

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: História dos Bálcãs

Geografia[editar | editar código-fonte]

Relevo[editar | editar código-fonte]

A península Balcânica caracteriza-se por um relevo montanhoso pelo qual correm pequenos rios em várias direções, formando vales estreitos e planícies pouco extensas. Esse tipo de relevo reduz as áreas cultiváveis, que se limitam a um quinto da península.

Clima[editar | editar código-fonte]

As montanhas têm um impacto significativo no clima da península. As partes do norte e centrais dos Bálcãs têm um clima continental, caracterizado por invernos frios, por verões mornos, e pela precipitação bem distribuída. O do sul e as áreas costais, entretanto, têm um clima mediterrâneo, com verões quentes, secos e invernos suaves, relativamente chuvosos.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Colin S. Gray, Geoffrey Sloan. Geopolitics, Geography and Strategy. [S.l.: s.n.] Consultado em 10 de novembro de 2014 
  2. Gray, Colin S.; Sloan, Geoffrey (2014). Geopolitics, Geography and Strategy. [S.l.]: Routledge. ISBN 9781135265021. Consultado em 10 de novembro de 2014 
  3. «Balkans». Encyclopædia Britannica. Consultado em 13 de dezembro de 2017 
  4. Richard T. Schaefer (2008). Encyclopedia of Race, Ethnicity, and Society. [S.l.]: Sage. p. 129. ISBN 978-1-4129-2694-2 
  5. a b c Alexander Vezenkov (2017). «Entangled Geographies of the Balkans: The Boundaries of the Region and the Limits of the Discipline». In: Roumen Dontchev Daskalov, Tchavdar Marinov. Entangled Histories of the Balkans – Volume Four: Concepts, Approaches, and (Self-) Representations. [S.l.]: Brill. pp. 115–256. ISBN 978-90-04-33782-4 
  6. a b Olga M. Tomic (2006). Balkan Sprachbund Morpho-Syntactic Features. [S.l.]: Springer Science & Business Media. p. 35. ISBN 978-1-4020-4488-5 
  7. a b Robert Bideleux; Ian Jeffries (2007). The Balkans: A Post-Communist History. [S.l.]: Routledge. pp. 1–3. ISBN 978-1-134-58328-7 
  8. Geografia de Balcãs

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Bálcãs
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.