Batalha de Pemaneno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Batalha de Pemaneno
Guerras bizantino-latinas
Data 1224
Local Pemaneno, Mísia
Desfecho Vitória decisiva nicena
Beligerantes
Império de Niceia Império de Niceia Império Latino Império Latino
Comandantes
Império de Niceia João III Ducas Vatatzes Império Latino Aleixo Láscaris
Império Latino Isaac Láscaris
   

A Batalha de Pemaneno[1] (em latim: Poemanenum; em grego: Ποιμανενον; transl.: Poimanenon) foi travada no início de 1224 (ou no final de 1223) entre as forças dos principais estados sucessores bizantinos, o Império Latino e o bizantino Império de Niceia.

Desde o Tratado de Ninfeu, em 1214, o Império Latino controlava o litoral noroeste da Ásia Menor, de Nicomédia até Adramício, e também a planície mísia. Em novembro de 1221, o energético fundador do Império de Niceia Teodoro I Láscaris faleceu sem herdeiros homens e foi sucedido por seu genro, João III Ducas Vatatzes, o que desagradou os irmãos do finado imperador. Os sebastocratores Aleixo e Isaac Láscaris se insurgiram contra o novo imperador e fugiram para a corte latina para tentar conseguir apoio do imperador Roberto de Courtenay. À frente de um exército latino, os dois marcharam contra João III em 1223/4 e os dois exércitos se encontraram "em Pemaneno, perto da igreja dedicada ao Arcanjo Miguel". Na batalha que se seguiu, João conseguiu uma vitória decisiva e entre seus prisioneiros estavam os irmãos Láscaris, que foram cegados.

Esta vitória abriu o caminho para a recuperação pelos bizantinos da maior parte de suas possessões na Ásia Menor. Ameaçado por Niceia e pelo Epiro na Europa, o imperador latino propôs a paz, que foi firmada em 1225. Pelos termos acordados, os latinos abandonaram todas as possessões asiáticas com exceção da costa leste do Bósforo e da cidade de Nicomédia e sua zona rural.

Referências

  1. Rolando 1989, p. 683.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Rolando, Emilio Díaz (1989). La Alexiada. [S.l.]: Universidade de Sevilha. ISBN 8474054338 
  • Macrides, Ruth (2007). George Akropolites: The History - Introduction, translation and commentary. [S.l.]: Oxford University Press. pp. 165–169. ISBN 978-0-19-921067-1