Biblioteca Bodleiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bodleian Library
(Biblioteca Bodleiana)
Entrada da Biblioteca, com as cotas de armas de vários colleges de Oxford.
País  Reino Unido
Tipo Biblioteca acadêmica
Estabelecida 1706 (310 anos)
Localização Oxford,  Inglaterra
Filiais 26
Acervo
Itens coletados Livros, manuscritos, mapas, áudio
Depósito legal Legal Deposit Libraries Act 2003
Acesso e uso
Membros Alunos da Universidade Oxford

A Biblioteca Bodleiana (em inglês: Bodleian Library) é a principal biblioteca de pesquisa da Universidade de Oxford, uma das mais antigas da Europa e na Inglaterra só perde em tamanho para a Biblioteca Britânica. Conhecida pelos eruditos de Oxford como "Bodley" ou simplesmente "the Bod", é um dos seis depósitos legais de publicações do Reino Unido.[1]

A Biblioteca Bodleiana foi inaugurada a 8 de novembro de 1602 com uma colecção de dois mil livros reunidos e oferecidos por Thomas Bodley (da Faculdade Merton de Oxford) para substituir a biblioteca doada à Divinity School por Humberto de Lencastre, Duque de Gloucester (irmão de Henrique V de Inglaterra), e que tinha sido dispersa durante o século XVI. Entre muitos outros manuscritos encontra-se um iluminado do Romance da Rosa do século XIII e os apontamentos manuscritos de do romance O Senhor dos Anéis de J. R. R. Tolkien (século XX).

Miniatura de um manuscrito conservado no Biblioteca Bodleiana, em Oxford, o Romance da Rosa com retrato de Guillaume de Lorris (Col. Douce 195, f. 1r).

É uma das cinco bibliotecas de registo de direitos de autor e com função de depósito legal no Reino Unido . Tem mais de 12 milhões de itens e é uma das bibliotecas de referência mundial.

Notas

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Biblioteca Bodleiana