Blastoma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hepatoblastoma, em alta magnitude, visto em microscópio óptico.

Blastoma (do grego, blasto- broto/embrião; -oma tumor) é uma neoplasia (tumor), mais comum em crianças, formado a partir de células precursoras, imaturas e indiferenciadas chamadas (blastocitos). [1]

Causas[editar | editar código-fonte]

Muitos deles foram associados a defeitos em genes que regulam a replicações das células suprimindo tumores como o p53.

Sintomas[editar | editar código-fonte]

Alguns sintomas incluem[2]:

  • Tumor de consistência variável e que cresce com o tempo;
  • Dor, caso o tumor comprima algum nervo;
  • Cansaço, em casos avançados;
  • Perda de peso, em casos avançados;

Outros sintomas dependem do local afetado.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Blastomas podem ocorrer em qualquer partes do corpo, incluindo cérebro, fígado, rins, ossos e retina. O local afetado é usado como prefixo do nome do tumor. Exemplos de blastomas incluem:

Referências