Brasão de Mombaça (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasão de Mombaça (Ceará)
Brasão de Mombaça (Ceará)
Detalhes
Escudo Espanhol ou Português
Suportes Nenhum
Uso Documentos oficiais

O Brasão de Armas de Mombaça (Ceará) é um dos símbolos oficiais do município de Mombaça (Ceará), Estado do Ceará, Brasil.

Foi criado pelo administrador e pesquisador em História e genealogia Fernando Antonio Lima Cruz e sancionado pelo prefeito municipal de Mombaça Ecildo Evangelista Filho por meio da Lei nº 691/2013, de 20 de fevereiro de 2013. O brasão de armas do município de Mombaça, no Estado do Ceará, foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de Mombaça em sessão ordinária realizada no dia 16 de fevereiro de 2013.

A Lei nº 691/2013 que dispõe sobre a criação do brasão de armas do município de Mombaça foi sancionada pelo prefeito municipal de Mombaça Ecildo Evangelista Filho no dia 20 de fevereiro de 2013. Em seu Artigo 1º determina: "Fica adotado como brasão de armas do município de Mombaça, o brasão idealizado e elaborado pelo administrador e pesquisador em História e genealogia Fernando Antonio Lima Cruz, descrito e justificado pela seguinte forma: Escudo clássico português, esquartelado, lembrando a origem da nacionalidade brasileira e tradicionalmente utilizado em quase todos os municípios do Brasil, encimado por uma coroa mural de cinco torres, em argente (prata), característica privativa de município. O primeiro quartel do escudo apresenta sobre fundo sinopla (verde) duas mãos entrelaçadas, simbolizando a pureza de sentimentos e altos ideais dos mombacenses irmanados pelo engrandecimento de nossa terra. O segundo quartel do escudo apresenta sobre fundo jalde (ouro) uma Cruz de Cristo, evocando a religiosidade e a profunda fé cristã do povo mombacense. A Cruz de Cristo era utilizada pela Sereníssima Casa de Bragança, dinastia portuguesa sob a qual foi iniciado o povoamento do território mombacense, em 12 de outubro de 1706, com a concessão da data de sesmaria a João de Barros Braga, Maria Pereira da Silva e Serafim Dias. O terceiro quartel do escudo sobre fundo jalde (ouro) um lavrador cultivando a terra, simbolizando a agricultura, alicerce da economia mombacense e o maior esteio de um país que nasceu essencialmente agrícola. O quarto quartel do escudo apresenta sobre fundo sinopla (verde) uma pluma de algodão, produto agrícola que predominou sobre as demais culturas da terra mombacense nos séculos XIX e XX. No listel de goles (vermelho), por ser o esmalte representativo da audácia, da altivez e da glória, em letras brancas, as legendas: à direita, 27-11-1851 e, à esquerda, 15-01-1853, datas, respectivas, da criação e instalação do município de Maria Pereira, atual Mombaça, ladeando o topônimo de Mombaça."

Ligações externas[editar | editar código-fonte]