Brincadeira de Håtuna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Brincadeira de Håtuna
Casa de Håtuna, em gravura da Suécia Antiga e Hodierna
Participantes Birger e seus irmãos Érico e Valdemar
Data 29 de setembro de 1306

A Brincadeira de Håtuna (em sueco: Håtunaleken) foi o sequestro do rei Birger por seus irmãos – os duques Érico e Valdemar. Ocorreu em 1306, na casa senhorial de Birger em Håtuna, nas cercanias do Lago Malar, quando foram recebidos festivamente durante uma visita. Ao anoitecer, aprisionaram à força o rei. Levaram-no primeiro para Estocolmo, onde não receberam apoio, e depois ao Castelo de Nicopinga, onde o deixaram encarcerado. Após dois anos, Birger foi libertado, depois de ter aceite ceder dois terços do reino a eles.[1][2] O desfecho do conflito ocorreu em 1317-1318 através do chamado Banquete de Nicopinga.[3] O acontecimento está relatado na Crónica de Érico (1330).[4]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • «Håtunaleken». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2019 
  • Melin, Jan; Johansson, Alf; Hedenborg, Susanna (2006–2009). «Medeltiden». Sveriges historia. Koncentrerad uppslagsbok, fakta, årtal, kartor, tabeller (em sueco). Estocolmo: Prisma. 511 páginas. ISBN 9789151846668