Códice magliabechiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Verso da folha 11 do códice magliabechiano, mostrando os sinais dos dias Faca, Chuva, Flor e Crocodilo.

O códice magliabechiano é um códice asteca pictorial, criado em meados do século XVI, no início do período colonial espanhol. É representativo de um conjunto de códices colectivamente denominados por grupo magliabechiano. Outros códices deste grupo incluem o códice Tudela e o códice Ixtlilxochitl.

Trata-se de um documento sobretudo religioso. As suas 92 páginas são quase um glossário de elementos cosmológicos e religiosos. Ilustram também os 20 nomes dos dias do tonalpohualli, os dezoito festivais mensais, e o ciclo de 52 anos. Mostram também várias deidades, rituais e vestes religiosos, e crenças cosmológicas.

História[editar | editar código-fonte]

Está baseado num códice mais antigo desconhecido, que se pensa ter sido o protótipo do grupo magliabechiano. Nomeado após Antonio Magliabechi, um coleccionador de manuscritos italiano do século XVII e encontra-se presentemente na Biblioteca Nazionale Centrale, Florença, Itália.

Foi criado em papel europeu, com desenhos e texto espanhol em ambos lados de cada página. Algumas das imagens são incluídas abaixo.

Imagens[editar | editar código-fonte]

SVG

Páginas de icons

Icons

Outras imagens

Referências[editar | editar código-fonte]

Boone, Elizabeth Hill (1983). The Codex Magliabechiano and the Lost Prototype of the Magliabechiano Group issued together with reprint of The Book of the Life of the Ancient Mexicans by Zelia Nuttall [1903], part 2 in two-volume set ed. (Berkeley: University of California Press). ISBN 0-520-04520-3. OCLC 8113016. 

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]