Capacete Brodie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Um soldado norueguês durante a segunda guerra mundial com seu capacete Brodie

O capacete Brodie (em inglês: Brodie helmet) é um capacete de combate de aço desenhado e patenteado em Londres em 1915 por John Leopold Brodie. Sua versão modificada para o exército britânico é chamada Mark I e para o exército dos Estados Unidos ficou conhecido como M1917, mas era coloquialmente chamado de capacete shrapnel, capacete Tommy, tin hat e capacete doughboy.[1]

Os britânicos e suas tropas coloniais (como a ANZAC) utilizaram este capacete extensivamente durante a Primeira Guerra Mundial, assim como os Estados Unidos. Os alemães chamavam este capacete de Salatschüssel ("tigela de salada"). O Reino Unido e as forças do seu império utilizaram este capacete novamente na Segunda Guerra Mundial, usando, a partir de 1944, a nova versão Mk III. Já os Estados Unidos começou, em 1941, a introduzir o novo capacete M1.[2]

Cerca de 9 milhões desses capacetes foram produzidos durante a Primeira Grande Guerra.

Referências

  1. «Brodie's Steel Helmet, War Office Pattern». The Brodie Helmet and its derivatives. 2015. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  2. Reynosa, Mark A. (1997). «The M-1917 Helmet». U.S. Combat Helmets of the 20th Century. Atglen, PA: Schiffer Publ. ISBN 9780764303579. Consultado em 30 de setembro de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.