Carte-de-visite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Exemplo de foto no formato carte-de-visite, símbolo de distinção social durante o século XIX,[1] tirada pelo fotógrafo teuto-brasileiro Alberto Henschel, o qual quebrou paradigmas ao retratar negros posando à vontade ou bem vestidos, escravos ou livres.[2]

Carte-de-visite ou carte de visite (em português: cartão de visita) é o nome dado a um antigo formato de apresentação de fotografias, patenteado pelo fotógrafo francês André Adolphe Eugène Disdéri em 1854.[3] De tamanho diminuto (9,5 x 6 cm), a foto, geralmente revelada pela técnica de impressão em albumina, era colada em um cartão de papel rígido um pouco maior (10 x 6,5 cm aproximadamente).[3]

O carte-de-visite tornou-se modismo mundial durante a década de 1860[3] e popularizou a arte do retrato, conferindo ao fotografado o status de distinção e representação social.[1] Como padrão universal, o carte-de-visite era trocado entre familiares, amigos e colecionadores do mundo todo, já que cabia em uma envelope de carta comum.[4]

Apesar de seu sucesso, o cartão de visita foi aos poucos suplantado pelo formato conhecido como carte cabinet (em português: cartão gabinete), surgido na década de 1870, tecnicamente igual ao antecessor, embora com dimensões maiores.[3]

Referências

  1. a b MAUAD, Ana Maria. (1996). "Através das Imagens: Fotografia e História Interfaces" (PDF) (em português). Tempo 1 (2): 73-98. Visitado em 31 de Março de 2008.
  2. «Comentário crítico ao fotógrafo Alberto Henschel». Consultado em 31 de Março de 2008. 
  3. a b c d «Cartão de visita». Consultado em 31 de Março de 2008. 
  4. «A Brief History of The Carte de Visite». Consultado em 31 de Março de 2008. 
Ícone de esboço Este artigo sobre fotografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.