Castelo de San Servando

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Castelo de San Servando, Espanha
Vista de Toledo por El Greco

O Castelo de San Servando (em castelhano: Castillo de San Servando) localiza-se na cidade e município de Toledo, comunidade autónoma de Castela-Mancha, Espanha. Ergue-se junto à margem do rio Tejo e à actual Academia de Infantaria.

História[editar | editar código-fonte]

O castelo remonta à construção de um mosteiro, em 1088, durante o reinado de Afonso VI de Leão (r. 1065–1109). Esse edifício foi posteriormente convertido numa alcáçova, devido à ameaça muçulmana àquele reino cristão, nomeadamente ao perigo de um ataque pela ponte de Alcântara. Com a expulsão definitiva dos muçulmanos da Península Ibérica, a antiga fortificação perdeu gradualmente a sua função defensiva, caindo no esquecimento.

Depois de diversas vicissitudes, e sob ameaça de demolição, em 1874 foi declarado como "Conjunto Histórico-Artístico Nacional". Actualmente, o monumento encontra-se completamente restaurado e, após ter servido como colégio menor, sede das Cortes de Castela-Mancha e residência universitária, encontra-se requalificado como albergue da juventude da Junta de Comunidades de Castela-Mancha e como local de realização de cursos e conferências.

Do castelo tem-se uma vista panorâmica da cidadela medieval de Toledo e do Tejo, o rio que a bordeja.

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre o Castelo de San Servando
Ícone de esboço Este artigo sobre um castelo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.