Cem Sonetos de Amor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cien sonetos de amor
Cem Sonetos de Amor (PT)
Autor (es) Pablo Neruda
Idioma língua castelhana
País Chile Chile
Género Ficção
Editora Editorial Universitaria
Lançamento 1959
Edição portuguesa
Tradução Albano Martins
Editora Campo das Letras
ISBN ISBN 972-610-818-7
Edição brasileira
Editora Globo

Cem Sonetos de Amor é um livro de Pablo Neruda publicado em 1959 com cem sonetos relacionados ao romantismo, amor etc., divididos em quatro partes: Manhã, Meio-dia, Tarde e Noite, nas quais Neruda expressa todo o conteúdo da palavra amor.

O soneto "A Dança" foi divulgado no filme Patch Adams, no qual Patch o recita para Monica Potter.

Cinco outros sonetos ("Si no fuera porque tus ojos...", "Amor, amor, las nubes...","No estés lejos de mí...", "Ya eres mía", "Amor mío, si muero y tu no mueres") foram musicados por Peter Lieberson, que orquestrou as canções durante temporada que passou em Abadiânia. Há uma gravação ao vivo com James Levine e a Sinfônica de Boston.

A Dança
Não te amo como se fosse rosa de sal, topázio
Ou flecha de cravos que propagam fogo:
Te amo como se amam certas coisas obscuras,
Secretamente, entre a sombra e a alma.

Te amo como a planta que não floresce e
Leva dentro de si, oculta, a luz daquelas flores.
E graças a teu amor, vive oculto em meu
Corpo o apertado aroma que ascende da terra.

Te amo sem saber como, nem quando, nem onde.
Te amo diretamente sem problemas nem orgulho;
Assim te amo porque não sei amar de outra maneira,

Senão assim, deste modo, em que não sou nem és.
Tão perto de tua mão sobre meu peito é minha,
Tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.