Patch Adams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura filme de Tom Shadyac de 1998, veja Patch Adams (filme).


Hunter Doherty Patch Adams
080515patch.jpg
Nascimento 28 de maio de 1945 (71 anos)
Washington
Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Médico
Instituições Instituto Gesundheit
Educação Faculdade de Medicina da Virginia
Prêmios relevantes Peace Abbey Courage of Conscience Award

Hunter Doherty "Patch" Adams (Washington D.C., 28 de maio de 1945) é um médico norte-americano, famoso por sua metodologia inusitada no tratamento de enfermos. É formado pela Virginia Medical University, e o fundador do Instituto Gesundheit, em 1971[1] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aos 17 anos de idade, após perder o pai e ter sido deixado pela namorada, vivenciou uma grave crise depressiva e internou a si próprio numa clínica psiquiátrica. Lá chegou à conclusão que cuidar do próximo é a melhor forma de esquecer os próprios problemas e, melhor ainda, se isto for feito com muito bom humor e principalmente amor.

Nos anos 60, um de seus melhores amigos foi assassinado. Após a formatura no ensino médio, em 1963, Adams cursou o pré-médico na Universidade George Washington, e recebeu o grau de doutor em medicina pela Universidade de Virgínia, em 1971.

Durante o curso de medicina, Adams tornou-se conhecido pela conduta proeminentemente feliz e apaixonada pelos pacientes. Em 1972 fundou o Instituto Gesundheit. Em 1976 seu melhor amigo morreu atacado por um psicopata (e não sua namorada, como aparece no filme Patch Adams, de 1998). Ele ficou depressivo, mas acalmou-se com o tempo. Em 1980 adquiriu 317 acres de terra montanhosa em West Virginia para a implementação física do instituto, que presta assistência de forma inteiramente gratuita.[2]

Convencido da conexão poderosa entre o ambiente e o bem estar, acredita que a saúde de um indivíduo não pode ser separada da saúde da família, da comunidade e do mundo.

Ativismo[editar | editar código-fonte]

Adams e sua trupe de palhaços viajam pelo mundo, para áreas críticas, em situação de guerra, pobreza e epidemia, espalhando alegria, o que é uma excelente forma de prevenir e tratar muitas doenças.

Além de médico, humorista, humanista e intelectual, Patch Adams é também um ativista em busca da paz mundial. Segundo ele, seu intuito não é apenas mudar, através do humor, a forma como a medicina é praticada hoje. Ele traz uma mensagem de amor ao próximo que, se praticada por todos, certamente irá mudar o mundo para melhor.

Entrevista ao Programa Roda Viva[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista ao programa Roda Viva, na televisão brasileira, em 2007,[3] Patch Adams afirmou que nunca disse que rir é o melhor remédio, e sim que o riso faz parte de um contexto. Na verdade, seu lema é a amizade é o melhor remédio. Disse também ter uma biblioteca de 18 mil volumes e que lê muita poesia, que adora os poemas de Pablo Neruda porque, segundo ele, a poesia nos dá amor.

Criticou as pessoas que têm muito dinheiro e nada fazem pelos menos favorecidos, usando o termo "lixo" para defini-las. E renegou o filme Patch Adams, dizendo que ele não condiz com a verdade. Criticou o governo dos Estados Unidos, a quem chamou de "terrorista", assim como as indústrias de medicamentos, que só visam os lucros bilionários.

Sua filosofia de vida é o amor, não apenas no âmbito hospitalar, mas é nas relações sociais como um todo, independente de lugar. Tem por opinião que o objetivo do médico não é curar e sim cuidar. Cuidar com muito amor, tocando nos doentes, olhando em seus olhos, sorrindo.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Adams, Patch; Maureen Mylander (1998). Gesundheit! : bringing good health to you, the medical system, and society through physician service, complementary therapies, humor, and joy. Rochester, Vermont: Healing Arts Press. ISBN 978-0-89281-781-8.
  • Adams, Patch; Maureen Mylander (1993). Gesundheit! : bringing good health to you, the medical system, and society through physician service, complementary therapies, humor, and joy. Rochester, Vermont: Healing Arts Press. ISBN 978-0-89281-442-8
  • Adams, Patch; Maureen Mylander (1998). Gesundheit! [sound recording]. Los Angeles: NewStar Media. ISBN 978-0-7871-1828-0 4 sound cassettes (ca. 6 hr.) : digitally mastered, Dolby processed.
  • Adams, Patch (1998). House calls. cartoons by Jerry Van Amerongen. San Francisco: Robert D. Reed Publishers. ISBN 978-1-885003-18-8
  • Bourque, Judith (1999). The real Patch Adams (videorecording) / a film by Judith Bourque. Oley, PA: Bullfrog Films. ISBN 978-1-56029-811-3 videocassette (53 min.) : sd., col. ; 1/2 in.
  • John Graham for the Giraffe Heroes Program (1999). It's up to us. foreword by Patch Adams. Langley, Washington: Giraffe Project. ISBN 978-1-893805-00-2

Filme[editar | editar código-fonte]

Gesundheit!: Good Health is a Laughter Matter inspirou o filme Patch Adams - O Amor é contagioso, de 1998, dirigido por Tom Shadyac,[4] baseado na história de sua vida, e tendo Robin Williams como seu intérprete. O filme mostra os conflitos que a medicina apresentava na época e continua apresentando nos dias de hoje, apesar da semente plantada.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]