Central geotérmica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A usina geotérmica de Nesjavellir, próxima a Þingvellir, Islândia.

Central Geotérmica (português europeu) ou Usina geotérmica (português brasileiro) é um tipo de central elétrica, que utiliza energia geotérmica, o calor que provem do interior da Terra para gerar energia eléctrica.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira central deste tipo data de 1904 e conseguiu por em funcionamento quatro lâmpadas. Nos dias de hoje este tipo de centrais evolui e podem fornecer potências na ordem dos 500 MW instalados.

A produção de electricidade baseia-se no ciclo de turbina a vapor (ciclo de Rankine). Exemplo deste tipo de central existe na Ilha de São Miguel (Açores), Central Geotérmica do Pico Vermelho.[1][2][3]

A eficiência deste tipo de centrais até há uns anos era bastante reduzida. Neste momento esta tecnologia está ainda em evolução e promete grandes vantagens face aos outros tipos de centrais.

Vantagens[editar | editar código-fonte]

  • Fonte limpa de energia
  • Não consome recursos não renováveis
  • Produção Aceitável

Desvantagens[editar | editar código-fonte]

  • Cria instabilidade Geológica no sítio onde é instalada
  • Em certos casos pode ser fonte de poluição sonora

Notas e Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Central geotérmica