Eficiência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Eficiência ou rendimento refere-se à relação entre os resultados obtidos e os recursos empregados. Existem diversos tipos de eficiência, que se aplicam a áreas diferentes do conhecimento.

Eficiência é a capacidade de um administrador para conseguir produtos mais elevados em relação aos insumos necessários para obtê-los. A capacidade de “fazer as coisas direito”. 1

Física[editar | editar código-fonte]

A eficiência representa uma medida segundo a qual os recursos são convertidos em resultados de forma mais econômica. Na física e engenharia, define-se eficiência como sendo a relação entre a energia fornecida a um sistema (seja em termos de calor ou de trabalho) e a energia produzida pelo sistema (normalmente na forma de trabalho).. A eficiência de um processo é definida como:

\eta = \frac{W}{energia}

onde

W é a quantidade de trabalho útil produzido no processo; energia é a quantidade de energia oferecida ao sistema.

Num sistema fechado, a eficiência não pode exceder 100%.

Economia[editar | editar código-fonte]

A eficiência econômica é um termo genérico dado aos valores determinados para uma dada situação, visando estimar a quantidade de desperdício ou "atrito" (ou outras características econômicas indesejadas) presentes no quadro analisado. O equilíbrio na economia, a livre iniciativa do governo tanto para os produtores quanto para os vendedores.

Energia e ambiente[editar | editar código-fonte]

A eficiência energética consiste na idéia de otimização de um determinado projeto elétrico, através de estudos baseados num levantamento pormenorizado de todo o sistema elétrico, a fim de apontar algumas medidas de racionalização da energia elétrica e de segurança para as pessoas ali presentes, conseqüentemente, reduzindo a demanda de energia e impactos ambientais causados pela criação de novas usinas hidrelétricas ou de outro tipo. Eficiência pressupõe que na produção de qualquer bem se utilizem o minimo de recursos, aos mais baixos custos. Eficiência econômica ou eficiência alocativa tem por objetivo alcançar o mais alto nível de bem-estar social dada uma determinada estrutura de valores (oferta e demanda). O bem-estar social é máximo quando o custo marginal da última unidade produzida for igual a sua utilidade para a sociedade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. MEGGINSON, Leon C.; MOSLEY, Donald C.; PIETRI, Paul H. Jr. Administração: Conceitos e Aplicações. Tradução de Maria Isabel Hopp. 4 ed. São Paulo: Harbra, 1998.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Economia e negócios
Ícone de esboço Este artigo sobre Administração é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.