Charles Dillon Perrine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Dillon Perrine
Nascimento 28 de julho de 1867
Ohio
Morte 21 de junho de 1951 (83 anos)
Villa del Totoral
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Prêmios Prêmio Lalande (1898)
Instituições Observatório Lick
Campo(s) Astronomia

Charles Dillon Perrine (Ohio, 28 de julho de 1867Villa del Totoral, 21 de junho de 1951) foi um astrónomo estadunidense radicado na Argentina.

Trabalhou no Observatório Lick, de 1893 a 1909, servindo depois como diretor do Observatório Nacional da Argentina, atual Observatório Astronômico de Córdoba, de 1909 a 1936. Descobriu duas luas de Júpiter, atualmente conhecidas como Himalia (em 1904) e Elara (em 1905). Na época de suas descobertas foram designadas como Jupiter VI e Jupiter VII e não receberam seus nomes atuais até 1975.[1][2]

Referências

  1. «Perrine, Charles Dillon». infoplease.com. Consultado em 28 de setembro de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Charles Dillon Perrine». biografiasyvidas.com. Consultado em 28 de setembro de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.