Charlie Whiting

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre alguém que morreu recentemente. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (data da marcação: 14 de março de 2019; editado pela última vez em 19 de abril de 2019) Twemoji 1f464.svg
Charlie Whiting
Nascimento 12 de agosto de 1952
Sevenoaks, Grã-Bretanha
Morte 14 de março de 2019 (66 anos)
Melbourne, Austrália
Nacionalidade britânico

Charlie Whiting (12 de agosto de 1952 - 14 de março de 2019)[1] foi o diretor de Fórmula 1 da FIA, delegado de segurança, diretor permanente e diretor do departamento técnico da Fórmula 1, no qual gerenciava a logística de cada Grande Prêmio de Fórmula 1, inspecionava os carros antes de cada corrida, fez cumprir as regras da FIA e controlava as luzes que autorizam as largadas nas corridas.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Whiting começou a trabalhar na Fórmula 1 quando ele tinha 24 anos, em 1977, trabalhando então para a Hesketh. A carreira começou a decolar quando se mudou para a Brabham, então no auge dos seus poderes, para ser mecânico-chefe. Nesse mesmo cargo esteve quando Nelson Piquet, ainda pela Brabham, conquistou os títulos mundiais de 1981 e 1983.

Deixou a equipe quando Bernie Ecclestone, dono da época, resolveu vender a equipe, em 1987. Já no ano seguinte em 1988, foi para a FIA, onde foi delegado-técnico, delegado de segurança e diretor de corridas. Em 1997, assumiu o cargo de diretor de provas, posto que ocupava até a data de sua morte.[2]

Morte[editar | editar código-fonte]

Morreu na noite do dia 14 de março de 2019, na cidade de Melbourne, na Austrália, vítima de uma embolia pulmonar, três dias antes da abertura da temporada da Fórmula 1, no Grande Prêmio da Austrália de 2019.[3]

Referências

  1. ELLIS, Ralph (5 de março de 2010). «Formula One 2010: Could technical glitch hit McLaren?» (em inglês). Betfair 
  2. Marum, Pedro Henrique (13 de Março de 2019). «Diretor de Corridas da F1, Charlie Whiting morre aos 66 anos às vésperas do GP da Austrália». Grande Prêmio. Consultado em 13 de Março de 2019 
  3. «Diretor de prova da F1, Charlie Whiting morre aos 66 anos na Austrália». motorsport.uol.com.br. Consultado em 14 de março de 2019 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Charlie Whiting
Ícone de esboço Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.