Christine Keeler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Christine Keeler (nasceu a 22 de Fevereiro de 1942) é uma modelo e corista inglesa. É célebre principalmente pela sua ligação com John Profumo, membro do governo de Harold Macmillan, que ficou conhecido pelo Caso Profumo em 1963 no Reino Unido.

O Caso Profumo[editar | editar código-fonte]

Em Julho de 1961, é apresentada como acompanhante a John Profumo, Secretário de Estado da Guerra do governo britânico, aquando de uma recepção em redor de uma piscina em Cliveden, moradia de Lord William Waldorf Astor, em Buckinghamshire. Profumo teve então uma relação com ela, sem ter em conta que Christine estava também ligada a Yevgeny Ivanov, adido militar da embaixada da União Soviética. John põe rapidamente termo a esta imprudência quando informado por Sir Roger Hollis, chefe do MI5. A 9 de Agosto de 1961, John Profumo escreveu à sua amante informando-a do fim da relação. Mas o caso deu muito que falar, sobretudo devido ao ambiente de guerra fria que se vivia.

Depois do Caso[editar | editar código-fonte]

Christine Keeler continuou uma carreira movimentada de corista e foi implicada num tiroteio com Aloysius ‘Lucky’ Gordon e Johnny Edgecombe. Cumpriu uma pena de nove meses de prisão por falso testemunho no processo que se seguiu.

Em 2001, depois de ter escrito várias obras sobre o Caso Profumo, colaborou com o editor Douglas Thompson para a autobiografia: The Truth at Last: My Story.

Adaptações do Caso Profumo[editar | editar código-fonte]

Uma foto célebre[editar | editar código-fonte]

Aproveitando da celebridade do Caso Profumo, Lewis Morley convidou Christine Keeler a posar nua, de maneira que respeitava os critérios da censura; a fotografia teve tanto sucesso que acabou por impedir a distribuição do filme The Keeler Affair para o qual deveria servir de promoção. Pelo contrário, acabou por ser o modelo de cadeira (chaise 3107 de Arne Jacobsen) presente na foto que acabou aproveitando da publicidade assim feita.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]