Cidades-estados soguedianas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dracma de Cunaque , um dos reis de Bucara

As cidades-estados soguedianas foram série de cidades-estados independentes ou autônomas na região iraniana de Soguediana no final da Antiguidade e durante a Idade Média.[1] A maioria delas eram governadas por um rei ou rainha, que era chamado de "o primeiro entre iguais". No entanto, a sucessão régia não era estável e as pessoas podiam influenciar quem se tornaria o novo governante.[2] O período, que teve seu auge no século VII, terminou com a conquista muçulmana da Transoxiana pelo Califado Omíada.[1]

Referências

  1. a b Marshak 1996, p. 242.
  2. De la Vaissière 2005, p. 167.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • De la Vaissière, E. (2005). Sogdian Traders: a History. Traduzido por Ward, James. Leida e Boston: Brill 
  • Marshak, B. I. (1996). «'Sughd and Adjacent Regions'». In: Litvinski, B. A. Litvinsky; Guang-da, Zhang; Samghabadi, R. Shabani. History of Civilizations of Central Asia. The Crossroads of Civilizations: A.D. 250 to 750. Volume III. Paris: UNESCO