Cirene

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Sirene. Para a cidade da Antiguidade, veja Cirene (cidade).

Cirene, na mitologia grega, era uma bela filha de Hipseu, filho de Peneu, foi raptada por Apolo e foi mãe de Aristeu[1], o apicultor.

Cirene era uma jovem muito bela, e foi raptada pelo deus Apolo, que se apaixonou ao vê-la enfrentar à unha um leão que atacava os rebanhos de seu pai, Hipseu, rei dos Lápitas.[carece de fontes?]

Apolo levou Cirene para a Líbia[1], onde ela deu à luz Aristeu[2]. No local onde Aristeu nasceu, Apolo, mais tarde, fundou a cidade de Cirene[1].

Referências

  1. a b c Diodoro Sículo, Livro IV, 81.1
  2. Diodoro Sículo, Livro IV, 81.2


Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.