Saltar para o conteúdo

Clássica de Sabiñánigo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Clássica de Sabiñánigo, também chamada em seus inícios Clássica Zaragoza-Sabiñanigo, foi uma corrida ciclista profissional espanhola que se disputava anualmente em Sabiñánigo (província de Huesca) e seus arredores.

Disputou-se desde 1969 até 2001 ininterruptamente, mudando em 1992 ao nome de atual, celebrando-se um total de 33 edições. Sendo em suas últimas edições de categoria 1.4.

Seu percurso tinha uns 200 km no que passava por várias localidades da província de Huesca (em seus primeiros anos também da província de Zaragoza) tendo um circuito final em Sabiñánigo e seus arredores.

Foi organizada em todas suas edições pelo Clube Ciclista Sabiñánigo.

O primeiro ganhador foi Domingo Perurena e o ciclista mais laureado é Enrique Martínez Heredia, com três vitórias.

Ano Ganhador Segundo Terceiro
Clássica Zaragoza-Sabiñanigo
1969 Espanha Domingo Perurena Espanha Santiago Lazcano Espanha Sebastián Fernández
1970 Espanha Luis Zubero Espanha Domingo Perurena Espanha Vicente López Carril
1971 Espanha Agustín Tamames Espanha Domingo Perurena Espanha José Manuel López
1972 Espanha Segundo Goicoechea Espanha José Manuel López Espanha Pedro Torres Cruces
1973 Espanha Antonio Martos Espanha Vicente López Carril Espanha José Pesarrodona
1974 Espanha Miguel María Lasa Espanha Juan Zurano Espanha Manuel Esparza
1975 Espanha Domingo Perurena Espanha Gonzalo Aja Espanha Fernando Plaza
1976 Espanha Enrique Martínez Heredia Espanha Santiago Lazcano Espanha Vicente López Carril
1977 Portugal José Martins Espanha Enrique Martínez Heredia Espanha Andrés Gandarias
1978 Espanha Enrique Martínez Heredia Espanha Antonio Menéndez Espanha Anastasio Greciano
1979 Espanha Andrés Oliva Espanha Julián Andiano Espanha Alberto Fernández Blanco
1980 Espanha José Luis Viejo Espanha José Luis Laguía Espanha Imanol Murga
1981 Espanha Enrique Martínez Heredia Espanha Eulalio García Pereda Espanha José Luis Rodríguez Inguanzo
1982 Pedro Delgado Francisco Albelda Jaime Vilamajo
1983 Eduardo Chozas Faustino Rupérez Ricardo Zúñiga
1984 Alfonso Gutiérrez Miguel Ángel Iglesias Imanol Murga
1985 Iñaki Gastón José Luis Laguía Antonio Esparza
1986 Mariano Sánchez Joaquín Faura Óscar de Jesús Vargas
1987 Ángel Camarillo Stephen Hodge Melcior Mauri
1988 Alfonso Gutiérrez Casimiro Moreda Jesús Suárez Cueva
1989 Espanha Álvaro Pino[1][2] não se entregou não se entregou
1990 Bélgica Jean-Pierre Heynderickx Espanha Juan Carlos González Espanha José Enrique Carrera
1991 Bélgica Jerry Cooman Países Baixos Adrie van der Poel Bélgica Jean-Pierre Heynderickx
Clássica de Sabiñanigo
1992 Países Baixos Mathieu Hermans Bélgica Jerry Cooman Reino Unido Malcolm Elliott
1993 Espanha Asier Guenetxea Espanha Manuel Fernández Ginés Espanha Ángel Edo
1994 Bélgica Serge Baguet Itália Stefano Zanatta Bélgica Frank Vandenbroucke
1995 Fernando Escartín Stefano Della Santa Alemanha Gerd Audehm
1996 Arsenio González Francisco José García David García Dapena
1997 Armand de las Cuevas David Etxebarría César Solaun
1998 Igor González de Galdeano Charles Guilbert Ginés Salmerón
1999 Tristan Hoffman Andreas Klier Jeremy Hunt
2000 Davide Casarotto Gianni Faresin Paolo Lanfranchi
2001 Ángel Vicioso Eleuterio Anguita Stefano Casagranda

Palmarés por países

[editar | editar código-fonte]
País Vitórias
Espanha 25
 Bélgica 3
 Países Baixos 2
Portugal Portugal 1
 França 1
 Itália 1

Notas e referências

[editar | editar código-fonte]
  1. Álvaro Pino foi o único corredor em acabar a corrida depois de abandonar o resto de participantes por um túnel que consideraram perigoso.
  2. Clasica de Sabiñanigo 1989

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]