Clavicipitaceae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaClavicipitaceae
Claviceps purpurea

Claviceps purpurea
Classificação científica
Reino: Fungi
Divisão: Ascomycota
Classe: Sordariomycetes
Ordem: Hypocreales
Família: Clavicipitaceae
O.E.Erikss. (1982)[1]
Género-tipo
Claviceps
Tul. (1853)
Géneros
ver texto

Clavicipitaceae é uma família de fungos da ordem Hypocreales. Uma estimativa de 2008 coloca 43 géneros e 321 espécies nesta família.[2]

Filogenia[editar | editar código-fonte]

A análise molecular filogenética de dados de sequenciação de ADN multigene, indica que o táxon Clavicipitaceae é parafilético, consistindo de três clados bem definidos, um dos quais pelo menos é partilhado com membros de outra família de fungos (Hypocreaceae).[3] A evolução dos membros de Clavicipitaceae é caracterizada pela variabilidade dos reinos dos hospedeiros, incluindo simbiontes mutualistas de plantas, bem como parasitas de plantas, insectos e outros fungos.[4]

Importância[editar | editar código-fonte]

Muitos dos seus membros produzem alcaloides tóxicos para animais e humanos. Uma das espécies mais infames é Claviceps purpurea, a qual tem importância histórica por ser a causa do ergotismo. O ergotismo é causado por alacaloides produzidos por espécies de Claviceps, como a ergotamina e a ergocristina, que são derivados químicos do ácido lisérgico. As espécies de Metarhizium são muito usadas no controlo biológico de pragas de insectos.[5]

Géneros[editar | editar código-fonte]

Géneros teleomórficos (com ciclo sexual conhecido)

AciculosporiumAscopolyporusAtkinsonellaAtricordycepsBalansiaBerkelellaCavimalumCepsiclavaClavicepsCordycepioideusDussiellaEpichloëEpicreaHelminthascusHeteroepichloëHypocrellaKonradiaLoculistromaMetacordycepsMoelleriellaMycomalmusMyriogenosporaNeobaryaNeoclavicepsNeocordycepsParepichloëPhytocordycepsPodocrellaRegiocrellaRomanoaShimizuomycesSphaerocordycepsStereocreaVillosiclavaWakefieldiomyces

Géneros anamórficos (sem ciclo sexual conhecido):

AschersoniaBeauveriaCorallocytostromaCulicinomycesDrechmeriaEphelisGibellulaHaptocilliumHarposporiumHirsutellaHymenostilbeMariannaeaMetarhiziumNeomunkiaNeotyphodiumNomuraeaPaecilomycesPochoniaPolycephalomycesPseudogibellulaSimplicilliumSorosporellaUstilaginoidea

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Eriksson O. (1982). «Outline of the ascomycetes – 1982». Mycotaxon. 15: 203–48 (see p. 224) 
  2. Kirk PM, Cannon PF, Minter DW, Stalpers JA (2008). Dictionary of the Fungi 10th ed. Wallingford, UK: CAB International. p. 90. ISBN 0-85199-826-7 
  3. Sung GH, Sung JM, Hywel-Jones NL, Spatafora JW (setembro de 2007). «A multi-gene phylogeny of Clavicipitaceae (Ascomycota, Fungi): identification of localized incongruence using a combinational bootstrap approach». Mol. Phylogenet. Evol. 44 (3): 1204–23. PMID 17555990. doi:10.1016/j.ympev.2007.03.011 
  4. Spatafora JW, Sung GH, Sung JM, Hywel-Jones NL, White JF Jr (2007). «Phylogenetic evidence for an animal pathogen origin of ergot and the grass endophytes». Mol. Ecol. 16 (8): 1701–1711. PMID 17402984. doi:10.1111/j.1365-294X.2007.03225.x 
  5. Capinera JL. (2008). Encyclopedia of Entomology. [S.l.]: Springer Science & Business Media. pp. 2354–7. ISBN 978-1-4020-6242-1 
  • C.J. Alexopolous, Charles W. Mims, M. Blackwell et al., Introductory Mycology, 4th ed. (John Wiley and Sons, Hoboken NJ, 2004) ISBN 978-0-471-52229-4


Ícone de esboço Este artigo sobre fungos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.