Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CPRM - Serviço Geológico do Brasil
Razão social Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais
Tipo Pública
Fundação 15 de agosto de 1969 (CPRM)

28 de dezembro de 1994 (SGB)

Sede Brasília, Brasil
Presidente Eduardo Jorge Ledsham
Empregados 1793 [1]
Produtos Mapas geológicos, hidrogeológicos e de risco; avaliação de recursos minerais; análises químicas; levantamentos aerogeofísicos e terrestres
Website oficial www.cprm.gov.br

A Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais - CPRM é uma empresa governamental brasileira, vinculada ao Ministério de Minas e Energia, que tem as atribuições de Serviço Geológico do Brasil. Sua missão básica é "Gerar e difundir o conhecimento geológico e hidrológico básico necessário para o desenvolvimento sustentável do Brasil".

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais foi instituída através do decreto-lei nº 764, de 15 de agosto de 1969, como empresa de economia mista vinculada ao Ministério de Minas e Energia com a missão estratégica de organizar e sistematizar o conhecimento geológico do Brasil. A empresa executava os programas do Departamento Nacional de Produção Mineral - DNPM, do Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica - DNAEE e ainda vendia no mercado serviços de sondagens para água e pesquisa mineral.

Circunstâncias conjunturais difíceis, especialmente a partir da segunda metade dos anos 80, levaram a mudanças institucionais profundas na vida da CPRM, culminando, em 1994, com a Lei 8.970, que alterou o regime jurídico vigente para empresa pública. Do ponto de vista de atuação, essa data encerra o ciclo da empresa prestadora de serviços e inicia a era do Serviço Geológico propriamente dito. O foco institucional volta-se, drasticamente, para a geologia e a hidrologia básicas, com o desenvolvimento concomitante das áreas de aplicações, como geologia ambiental, hidrogeologia e riscos geológicos. Sai a atuação empresarial e fortalece-se a atuação em parcerias institucionais com outros órgãos da administração federal, estados e municípios.

Atribuições[editar | editar código-fonte]

  • Subsidiar a formulação da política mineral e geológica, participar do planejamento, da coordenação e executar os serviços de geologia e hidrologia de responsabilidade da União em todo o território nacional;
  • Estimular o descobrimento e o aproveitamento dos recursos minerais e hídricos do País;
  • Orientar, incentivar e cooperar com entidades públicas ou privadas na realização de pesquisas e estudos destinados ao aproveitamento dos recursos minerais e hídricos do País;
  • Elaborar sistemas de informações, cartas e mapas que traduzam o conhecimento geológico e hidrológico nacional, tornando-o acessível aos interessados;
  • Colaborar em projetos de preservação do meio ambiente, em ação complementar à dos órgãos competentes da administração;
  • Realizar pesquisas e estudos relacionados com os fenômenos naturais ligados à terra, tais como terremotos, deslizamentos, enchentes, secas, desertificação e outros, bem como os relacionados à Paleontologia e à Geologia Marinha;
  • Ampliar o conhecimento geofísico de todo o território nacional através de aquisições aéreas (executadas desde 1953, [2] ), em parceria com demais instituições públicas, e realizar levantamentos terrestres, os quais tem por objetivos atender às diretrizes dos projetos desenvolvidos institucionalmente. Com isso o papel da geofísica é sugerir, integrar e melhorar informações geológicas, seja para o mapeamento e análise de áreas de risco, como na avaliação de recursos minerais.

Organograma[editar | editar código-fonte]

Entrada da CPRM na cidade do Rio de Janeiro.

Por se tratar de uma empresa pública federal, a CPRM conta com infraestrutura operacional instalada em todo o país, conforme listadas abaixo:

  • Sede: Brasília (DF)
  • Escritório Central da Administração: Rio de Janeiro (RJ),
  • Superintendências Regionais: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Goiânia (GO), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA), São Paulo (SP).
  • Residências: Fortaleza (CE), Porto Velho (RO), Teresina (PI).
  • Núcleos de Apoio: Boa Vista (RR), Criciúma (SC), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Natal (RN).
  • Centros de Treinamento: Apiaí (SP), Caçapava do Sul (RS), Morro do Chapéu (BA).


Ligações externas[editar | editar código-fonte]