Computação humana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Na ciência da computação, computação humana (ou computação por humanos [1] [2] ) é um paradigma no qual o processo computacional é realizado delegando certos passos para serem computados por seres humanos. Esse paradigma é baseado nas diferenças em habilidades e nas alternativas de custos entre seres humanos e computares em um ambiente de interação homem-computador.

Na computação tradicional, o humano usa o computador para resolver um problema: ela fornece uma descrição formalizada do problema para a máquina e recebe a solução para ser interpretada. Na computação humana, os papéis são geralmente invertidos: o computador pergunta ao ser humano ou a um grupo de seres humanos para resolver o problema, para então coletar, interpretar e integrar o resultado à solução. Desse forma, nesses sistemas uma parte da computação é realizada por máquinas e outra parte é realizada por seres humanos.

 Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Jeymisson Oliveira, Lesandro Ponciano, Nazareno Andrade, Francisco Brasileiro, Estratégias de Obtenção de um Item Máximo em Computação por Humanos In: Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos, 2013, Brasília. XXIX Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação (SBC), 2013. p. 253-266.
  2. Lesandro Ponciano, Francisco Brasileiro, Guilherme Gadelha, Adabriand Furtado. "Estratégia de Replicação Adaptativa para Tarefas de Computação por Humanos". XXXII Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos. Sociedade Brasileira de Computação (SBC).
Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.