Conjectura dos primos gêmeos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A conjectura dos primos gêmeos diz que existem infinitos números primos gêmeos, porém até hoje não se pôde provar nem refutar tal afirmação. Em 17 de abril de 2013 Zhang Yitang anunciou a prova de que para algum número inteiro N que é no máximo 70 milhões, existem infinitos pares de primos com distância N entre sí.[1] O trabalho de Zhang foi aceito pelo Annals of Mathematics no início de maio de 2013.[2] A conjectura dos primos gêmeos seria o caso N=2.

Primos gêmeos[editar | editar código-fonte]

Um par de primos é chamado de primos gêmeos se eles são dois números primos tais que (exemplos: 5 e 7, 17 e 19).

Referências

  1. McKee, Maggie (14 de maio de 2013). «First proof that infinitely many prime numbers come in pairs». Nature. ISSN 0028-0836 
  2. Zhang, Yitang. «Bounded gaps between primes» (PDF). Princeton University and the Institute for Advanced Study. Annals of Mathematics. Consultado em 21 de maio de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.