Contato visual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Contato visual.

Contato visual (português brasileiro) ou contacto visual (português europeu) é uma situação na qual dois indivíduos se olham um ao outro ao mesmo tempo fixando os olhos.

É uma forma de comunicação não verbal de grande impacto sobre o comportamento social.[1] A continuidade e interpretação do contato ocular, varia entre diferentes culturas. Em muitas espécies, o contato visual é interpretado frequentemente como uma ameaça.

Significados sociais[editar | editar código-fonte]

O contato visual e as expressões faciais proporcionam valiosas informações sociais e emocionais. Inconscientemente, as pessoas examinam mutuamente seus olhos e rosto em procura de sinais positivos ou negativos sobre seu estado de ânimo.[2] Em algumas situações, a confluência de olhares provocam fortes emoções entre os envolvidos.

Em algumas partes do mundo, particularmente na Ásia oriental, o contato ocular pode provocar mal entendidos entre pessoas de diferentes nacionalidades.[3] Por outro lado, é um elemento essencial no flerte servindo para estabelecer e avaliar os interesses de outra pessoa. O contato visual implica olhar por uns minutos ou segundos aos olhos de quem está a lhe ouvir, se houver, socialmente permissão para tal.

Referências

  1. Don Gabor. Como fazer amigos. São Paulo: NBL. p. 18. 112 páginas. ISBN 9788521309697. Consultado em 19 de janeiro de 2015 
  2. «Estudos mostram o que passa pela cabeça dos animais». Superinteressante. Consultado em 19 de janeiro de 2015 
  3. «Comunismo e ódio aos EUA resistem na Coréia do Norte». Folha de S.Paulo. Consultado em 19 de janeiro de 2015