Continental Aerospace Technologies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Continental Motors, Inc.)
Continental Aerospace Technologies
CAT text only logo.jpg
Privada
Atividade Indústria aeronáutica
Fundação 1929 (93 anos)
Sede Mobile, Alabama
 Estados Unidos
Proprietário(s) Governo da República Popular da China, AVIC
Pessoas-chave Robert Stoppek, CEO
Produtos Motores aeronáuticos
Antecessora(s) Continental Motors, Inc.
Website oficial continental.aero

Continental Aerospace Technologies é uma fabricante norte-americana de motores aeronáuticos sediada em Mobile, Alabama. Originalmente uma divisão da Continental Motors Company e foi propriedade da Teledyne Technologies até dezembro de 2010, sendo atualmente parte da AVIC, de propriedade do governo da República Popular da China.[1][2]

Embora conhecida por seus motores produzidos para aeronaves leves, produziu também o motor à gasolina V12 AV-1790-5B para utilização no tanque M47 Patton do Exército dos Estados Unidos e o motor a diesel AVDS-1790-2A e seus derivados para os tanques M48, M60 Patton, e Merkava. A empresa produziu também entre as décadas de 1920 e 1960 motores para várias indústrias independentes de automóveis, tratores e equipamentos estacionários (como bombas, geradores e máquinas).

Histórico[editar | editar código-fonte]

Tanque de um Continental AV1790-5B restaurado no "American Armored Foundation Tank Museum" em Danville, Virgínia.
Motor TD-300 a diesel.

Em 1929, a empresa lançou seu primeiro motor de aeronave,[3] um radial de sete cilindros denominado A-70, com um deslocamento de 543,91 cu in (8,91L) que produzia 170 cv (127 kW). Em agosto de 1929, a Continental Motors Company formou a Continental Aircraft Engine Company como uma subsidiária para desenvolver e produzir seus motores de aeronaves.[4]

Com o desenrolar da Grande Depressão, 1930 viu a empresa lançar o motor de quatro cilindros A-40 de 37 cv (28 kW). Um projeto subsequente, o 50 hp (37 kW) A-50 foi introduzido em 1938 e foi usado para fornecer energia ao Taylor Cub e seu derivado Piper Cub. Quando a Segunda Guerra Mundial começou em 1939, a Continental começou a construir motores de aeronaves para uso em tanques britânicos e americanos.[5][6] A Continental formou a Continental Aviation and Engineering (CAE) em 1940 para desenvolver e produzir motores de aeronaves de mais de 500 hp (373 kW).[7]

Durante o final dos anos 1930, início dos anos 1940, a Gray Marine Motor Company adaptou os motores Continental para uso marítimo. Em 14 de junho de 1944, a empresa foi comprada pela Continental por US$ 2,6 milhões. John W. Mulford, filho de um dos fundadores da Gray, foi nomeado gerente geral da Gray pela Continental. A Gray's continuou a fabricar motores marítimos no período pós-guerra até seu fechamento pela Continental por volta de 1967.[8][9]

Durante a década de 1950, o A-65 foi desenvolvido no mais poderoso C-90 de 90 hp (67 kW) e, finalmente, no O-200 de 100 hp (75 kW). O O-200 impulsionou um marco muito importante no design de aviões: o Cessna 150. Na década de 1960, a turboalimentação e a injeção de combustível chegaram à aviação geral e a série IO-520 da empresa passou a dominar o mercado.

Em 1965, a Ryan Aeronautical adquiriu uma participação de 50% na Continental Motors.[10]

Em 1969, a Teledyne Incorporated adquiriu a Continental Motors, que se tornou a Teledyne Continental Motors (TCM).[11] Naquele mesmo ano, a série Continental Tiara de motores de alta potência foi introduzida, embora eles tenham sido retirados da linha depois de 1978. A empresa trouxe o TSIO-520-BE para o Piper PA-46 ao mercado em 1984 e estabeleceu novos padrões de eficiência para motores a pistão de aeronaves leves. Alimentado por uma versão refrigerada a líquido do IO-240, o Rutan Voyager foi a primeira aeronave movida a pistão a circunavegar o mundo sem reabastecimento em 1986.

A NASA selecionou a Continental para desenvolver e produzir o GAP em 1997, um novo motor a pistão de 200 hp (150 kW) para operar com combustível Jet-A. Isso foi em resposta à gasolina de aviação de 100 octanas que se tornou menos disponível como resultado da redução da demanda, devido aos motores turboélice menores se tornarem mais prevalentes.

Em 2008, o novo presidente da Teledyne Continental, Rhett Ross, anunciou que a empresa estava muito preocupada com a disponibilidade futura de 100LL avgas e, como resultado, desenvolveria um motor diesel na faixa de 300 hp (220 kW) para certificação em 2009 ou 2010.[12] No outono de 2009, a empresa estava sentindo os efeitos da situação econômica e a consequente redução da demanda por motores de aeronaves. A empresa anunciou que fecharia sua fábrica por dois períodos de uma semana em outubro de 2009 e janeiro de 2010. Funcionários assalariados se mudariam para uma semana de trabalho de quatro dias com férias de uma semana no Dia de Ação de Graças e no Natal, com o objetivo de "proteger o máximo da nossa valiosa base de funcionários possível ".[13]

Em 14 de dezembro de 2010, a Teledyne, controladora da Continental, anunciou que a Teledyne Continental Motors, a Teledyne Mattituck Services e seu negócio de motores a pistão para aviação geral seriam vendidos para a Technify Motor (USA) Ltd, uma subsidiária da AVIC International, por US$ 186 milhões em dinheiro. AVIC é uma empresa aeroespacial estatal chinesa. Em maio de 2011, a transação foi relatada como concluída e a empresa renomeada para Continental Motors, Inc.[1][2][14]

Em 23 de julho de 2013, a empresa comprou o fabricante de motores a diesel Thielert da falência por um valor não revelado. Thielert se tornará uma divisão operacional da Continental e será renomeada como Technify Motors GmbH.[15]

Em março de 2019, o nome da empresa foi alterado de Continental Motors, Inc. para Continental Aerospace Technologies.[16]

Produtos[editar | editar código-fonte]

Motores de cilindros opostos[editar | editar código-fonte]

A40
O-300
Modelo Configuração Potência
Continental A-40 O4 40 hp
Continental O-170 O4 65 hp
Continental O-190 O4 85 hp
Continental O-200 O4 100 hp
Continental O-240 O4 125 hp
Continental O-280 O6 125 hp
Continental O-300 O6 145 hp
Continental IO-346 O4 165 hp
Continental IO-360 O6 195 hp
Continental IO-370 O4 195 hp
Continental O-470 O6 213 hp
Continental O-520 O6 375 hp
Continental O-526 O6 320 hp
Continental IO-550 O6 300 hp
Continental TD-300 O4 230 hp
Continental Tiara 4 O4 180 hp
Continental Tiara 6 O6 285 hp
Continental Tiara 8 O8 380 hp

Motores radiais e em "V" invertido[editar | editar código-fonte]

R-670
Modelo Configuração Potência
Continental A-70 R7 165 hp[17]
Continental I-1430 IV12 1,150 hp
Continental R-670 R7 225 hp
Continental R-975 R9 420 hp

Turbocomprimidos[editar | editar código-fonte]

J69
Modelo Configuração Potência
Continental T51 Turboshaft 425 hp
Continental T65 Turboshaft 305 hp
Continental T67 Turboshaft 1,540 hp
Continental T69
Continental T72 Turboshaft 600 hp
Continental TP-500[18]

Motores a jato[editar | editar código-fonte]

Modelo Configuração Potência
Teledyne CAE J69 Turbojet 880 lbf
Continental RJ35 Ramjet[19][20]
Continental RJ45 Ramjet
Continental RJ49 Ramjet

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Teledyne-Continental Bought by Chinese Interests» (em inglês). Dezembro de 2010 
  2. a b «Teledyne Technologies Agrees to Sell Teledyne Continental Motors to AVIC International» (em inglês). Dezembro de 2010 
  3. Strohl, Daniel in Hemmings Classic Car, December, 2008, "Powerful As The Nation", pg 43: "...by the end of 1905. According to Continental's own history, the company also began aircraft engine development at about the same time, rolling out the 45hp Model O four-cylinder L-head engine about 1906 or 1907.",.
  4. Leyes, p. 87.
  5. Borth, Christy. Masters of Mass Production, pp. 63-5, Bobbs-Merrill Company, Indianapolis, IN, 1945.
  6. Herman, Arthur. Freedom's Forge: How American Business Produced Victory in World War II, pp. 96-100, 126, 200, Random House, New York, New York, 2012. ISBN 978-1-4000-6964-4.
  7. Peck, Merton J. & Scherer, Frederic M. The Weapons Acquisition Process: An Economic Analysis (1962) Harvard Business School p.619
  8. A Brief History of the Gray Marine Motor Company, Gas Engine Magazine
  9. Grayson, Stan. Engines Afloat, Vol. II (Marblehead, MA: Devereaux Books, 1999), p.116.
  10. Leyes, Richard A., and William A. Fleming, The History of North American Small Gas Turbine Aircraft Engines, Smithsonian Institution, Washington, DC, 1999: p.143 ISBN 1-56347-332-1
  11. Gunston, p. 225.
  12. AvWeb Staff (Fevereiro de 2008). «Teledyne Continental Plans Certified Diesel Within Two Years». Consultado em 18 de fevereiro de 2008 
  13. Pew, Glenn (Outubro de 2009). «TCM Announces Temporary Plant Closures, More». Consultado em 5 de outubro de 2009 
  14. Niles, Russ (Maio de 2011). «China Lays Out Its GA Plan». AvWeb. Consultado em 5 de maio de 2011 
  15. Bertorelli, Paul (23 de julho de 2013). «Continental Buys Thielert Aircraft Engines». AVweb. Consultado em 14 de julho de 2013 
  16. Bertorelli, Paul (29 de março de 2019). «Continental Motors Gets a New Name». AVweb. Consultado em 15 de março de 2019 
  17. McCutcheon, Kimble D. (28 de janeiro de 2020). «Continental's Radial Aircraft Engines». Aircraft Engine Historical Society. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  18. Leyes, p. 121.
  19. Aircraft Recognition Manual Supplement No. 6. [S.l.]: Department of the Air Force. Dezembro de 1956. p. 20. Consultado em 13 de setembro de 2021 
  20. Aviation Machinist's Mate 3. Washington: Bureau of Naval Personnel, Department of the Navy. 1957. p. 133. Consultado em 13 de setembro de 2021 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Foss, Christopher F. (1974). Jane's Pocket Book of Modern Tanks and Armored Fighting Vehicles. [S.l.]: Collier Books. pp. 45–49. 73-15286 
  • Gunston, Bill (2006). World Encyclopedia of Aero Engines, 5th Edition. Phoenix Mill, Gloucestershire, England, UK: Sutton Publishing Limited. ISBN 0-7509-4479-X 
  • Leyes II, Richard A.; William A. Fleming (1999). The History of North American Small Gas Turbine Aircraft Engines. Washington, DC: Smithsonian Institution. ISBN 1-56347-332-1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Continental Aerospace Technologies