Contribuição especial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Na legislação tributária brasileira, a contribuição especial é um tributo cujo resultado da arrecadação é destinado ao financiamento da seguridade social (assistência social, previdência social e saúde), de programas que impliquem intervenção no domínio econômico, ou ao atendimento de interesses de classes profissionais ou categorias de pessoas, servindo-os de benefícios econômicos ou assistenciais.

Algumas das principais contribuições (lista parcial)[editar | editar código-fonte]

  • INSS
  • PIS/PASEP
  • COFINS
  • CSLL
  • CPMF
  • CIDE
  • CONDECINE
  • Contribuições ao "Sistema S" (Senai, Sesi, Sebrae, Sesc, Sest, etc)
  • Contribuições aos Órgãos de Fiscalização Profissional (OAB, CRC, CREA, CRECI, CORE, CRQ, etc)

Ver também[editar | editar código-fonte]