Cuesta de Haedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Cuesta do Haedo é um baixo planalto localizado no oeste do Estado do Rio Grande do Sul. Se estende de Uruguaiana e Alegrete a Santana do Livramento, na fronteira com a República Oriental do Uruguai.[1]

Características físicas[editar | editar código-fonte]

É um província morfológica que é constituída, em sua maioria, por áreas de campos limpos, pastagens, zonas agrícolas onde se pratica um uso intensivo no verão e campos subarbustivos. Apresenta resquícios do Planalto Basáltico em sua composição rochosas.

A altitude média é de 100 metros, mas chega a cerca de 300 metros em algumas áreas isoladas, como no Cerro do Jarau, em Quaraí, e nos morros que constituem as bordas orientais, como o Cerro Palomas (320m), em Santana do Livramento.

A região abriga as nascentes do Rio Ibirapuitã, que corta Alegrete, além da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Ibirapuitã, a área de preservação ecológica mais extensa do Estado.

O clima é subtropical, com verões e invernos bastante rigorosos.

Economia[editar | editar código-fonte]

A principal atividade econômica da região é a agropecuária, mas podemos também encontrar produção de vinhos e comércio de fronteira (free-shops de Rivera, Uruguai).

Outros dados[editar | editar código-fonte]

Há uma extensão desta região geomorfológica por grande parte do noroeste uruguaio.

A distância da região a Porto Alegre é de, aproximadamente, 500 km.[2]

Referências

  1. Baseado em: Imagens - Macrozoneamento Ambiental - http://www.scp.rs.gov.br/atlas/atlas.asp?menu=545 Arquivado em 5 de julho de 2007, no Wayback Machine.. Acessado em 06/03/2009
  2. Dados obtidos a partir de observações realizadas por Murilo de Carvalho Góes, em março de 2009.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.