Cuil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cuil
Logotipo da Empresa
Tipo Privada
Indústria Internet
Fundação 28 de Julho de 2008
Locais EUA
Website oficial www.cuil.com

Cuil (nome de origem irlandesa que quer dizer "conhecimento", pronuncia-se kul, igual a palavra inglesa "cool" que significa legal) foi um sistema de busca que foi lançado em 28 de julho de 2008.[1][2] Os desenvolvedores do Cuil planejavam que seu sistema superasse os já existentes com resultados mais compreensíveis e relevantes. Para se diferenciar de seus concorrentes, o Cuil organizava as páginas web pelo seu conteúdo e exibia os resultados das buscas através de pequenas imagens. A emprêsa dizia ter em cache um index de página muito maior que quaisquer outros sistemas de busca da internet, como o Google, com cerca de 120 bilhões de páginas web. O Cuil foi criado, e era administrado, por antigos empregados da Google[3] Para monta-lo, a companhia arrecadara cerca de 33 milhões de dólares de Capital de risco através da Greylock e outros.[4]

Assim como outros sistemas de busca,[5] por sua política de privacidade, o Cuil não pretendia gravar a atividade de busca dos usuários ou endereços de IP anonimos.[6]

Os fundadores do Cuil foram Anna Patterson, Russel Power e Louis Monier (antigos empregados da Google) e Tos Castello, que trabalhou para IBM e outros.[7]

Fechamento[editar | editar código-fonte]

A PC Magazine relatou que na manhã de 17 de Setembro de 2010 "os empregados foram avisados do fim do Cuil [...] e os servidores foram desligados cinco horas depois."[8] Os empregados despedidos foram avisados que não seriam pagos.

O desligamento foi dito como vindo após um acordo de aquisição no começo da semana.[9]

Críticas[editar | editar código-fonte]

O lançamento de Cuil foi largamente noticiado pela mídia em todo mundo, porém teve muitas críticas negativas.[10] Os problemas reportados eram desde a lentidão nas respostas do servidor até resultados de buscas irrelevantes.[11][12] Uma companhia de comédia satirizara o Site, dizendo que o Cuil é o único sistema de busca que responde à grande demanda de uso na estréia não com uma queda no sistema, mas com resultados incompletos e algumas vezes irrelevantes.[10]

Referências

  1. Liedtke, Michael, Ex-engenheiros do Google criam o 'Cuil', Associated Press, 28 de Julho de 2008, visto em 28 de Jullho de 2008
  2. http://biz.yahoo.com/ap/080728/google_challenger.html
  3. «Antigos empregados da Google preparam um novo sistema de busca rival - NYTimes.com». nytimes.com. Consultado em 28 de julho de 2008 
  4. Crunchbase: Cuil Profile
  5. Liedtke, Michael (11 de dezembro de 2007). «Ask.com will purge search info in hours». Journal Gazette. Fort Wayne Newspapers. Consultado em 11 de dezembro de 2007 
  6. http://www.cuil.com/info/privacy/
  7. news.bbc.co.uk, Search site aims to rival Google
  8. Murphy, David, From Cuil to Frozen: The "Google-Killer" Eats Its Own Medicine, pcmag.com, 18 September 2010, retrieved 20 September 2010
  9. Arrington, Michael, Cuil Fails to Be Acquired, techcrunch.com, 20 September 2010, retrieved 20 September 2010
  10. a b Needleman, Rafe (28 de julho de 2008). «Cuil nos mostra como NÂO lançar um sistemas de busca». CNET news. CNET. Consultado em 28 de julho de 2008 
  11. Hamilton, Anita (28 de julho de 2008). «Porque o Cuil não é uma ameça para o Google». Time.com. Time Magazine Online. Consultado em 28 de julho de 2008 
  12. Burdick, Dave (28 de julho de 2008). «Cuil Review: Sério? Não é uma brincadeira? Esse sistema de busca é estúpido». huffingtonpost.com. Huffington Post. Consultado em 28 de julho de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]