Cyril Genik

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cyril Genik (1857-1925)

Cyril Genik (1857 – 12 de fevereiro de 1925) foi um agente da Imigração Ucraniana- Canadiana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em 1857 em Bereziv Nyzhnii, Galicia, filho de Ivan Genik, Presidente da Câmara da cidade, e Ana Pertsovych. Iniciou seus estudos em Kolomyja, antes de se mudar para o que é agora Ivano-Frankivsk para completar a sua formação como professor. Terminou seus estudos e obteve seu diploma de Bacharelato em Lviv, antes de ser nomeado professor em 1879 no Condado de Nadvirna. Em 1882, regressou à sua cidade natal e fundou uma escola. Durante a década de 1880, ele fundou uma empresa de serraria, bem como uma cooperativa de produtores. Em 1890 foi eleito para o conselho municipal da cidade de Kolomyja, a cidade onde iniciou os seus estudos. [1]

Genik conheceu Joseph Oleskiw, um homem que estava incentivando a emigração dos ucranianos para o Canadá, que pediu para acompanhar e dirigir seu segundo contingente de Ucranianos na sua viagem para o Canadá e ajudá-los a estabelecer. Genik, e a família e de sua esposa, juntamente com quatro filhos, se juntaram a um grupo de 64 ucranianos que chegaram na cidade de Quebeque em 22 de junho de 1896. Genik dirigiu o seu contingente primeiramente para Winnipeg e, em seguida para um povoado, que mais tarde seria Stuartburn , na Província de Manitoba, que agora é considerada como a primeira comunidade ucraniano-canadiana no oeste do Canadá. Em agosto, Genik apresentou requerimento para obter uma herdade em Stuartburn, mas rapidamente mudou de ideia e mudou-se para Winnipeg.

Neste mesmo mês, Oleskiw indicou Genik ao Departamento Canadiano do Interior como agente de imigração. Em setembro, Genik tornou-se um trabalhador eventual do departamento como interprete e tradutor. Na sua função como agente de imigração, Genik conheceu novos imigrantes ucraniano-canadianos na cidade de Quebeque, encorajou-os a falar Inglês e de abandonar seus costumes e tradições, e actuou como consultor, sempre que fosse necessário. [1]

Seu trabalho aumentou com o alargamento da emigração ucraniana para o Canadá, e em 1898 tornou-se a tempo inteiro trabalhador assalariado do governo, tornando-se assim o primeiro ucraniano a trabalhar a tempo inteiro como oficial do governo canadiano. [2]

Em 1899, Genik estabeleceu em sua casa a sala de leitura Taras Shevchenko,[3] e em 1903, criou o primeiro jornal em língua ucraniana no Canadá, o “Kanadyiskyi Farmer” (O Agricultor canadiano). Embora não fosse religioso, Genik acredita que deveria existir denominação cristã independente da religião Ortodoxa Grega e padrões ortodoxos russos, e em 1903-1904 fundou a Igreja Grega Independente[4] em colaboração com os ministros da Igreja Presbiteriana de Winnipeg.

Em 1911, após as eleições gerais daquele ano, onde perdeu para o Partido Liberal (que apoiou Genik) Genik perdeu o emprego, e sua vida na esfera pública foi terminou. Viveu por um tempo nos Estados Unidos, voltando a Winnipeg, aonde faleceu no dia 12 de fevereiro de 1925.

Na altura da sua morte, Genik era tão conhecido na comunidade ucraniano-canadiana que ficou conhecido como o "Czar do Canadá." [2][5]

Referências

  1. a b Hryniuk, Stella. «Cyril Genik». Dictionary of Canadian Biography. Consultado em 25 de janeiro de 2011 
  2. a b «Forging Our Legacy: Canadian Citizenship and Immigration, 1900–1977». Citizenship and Immigration Canada. 2000. Consultado em 25 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 22 de julho de 2010 
  3. Martynowych, Orest T., The Taras Shevchenko Reading Club/Educational Society For ... umanitoba.ca/faculties/.../04_The_Taras_Shevchenko_Reading_Club.pdf -
  4. Martynowych, Orest T., The Seraphimite, Independent Greek, Presbyterian and United Churches, umanitoba.ca/...canadian.../05_The_Seraphimite_Independent_Greek_Presbyterian_and_United_Churches.pdf -
  5. Family of C. C. T. (Con) Genik (2010). «Obituary for C. C. T. (Con) Genik». Passages MB. Consultado em 25 de janeiro de 2011 

Veja também[editar | editar código-fonte]

Catedral de Estanho

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dictionary of Ukrainian Canadian biography, pioneer settlers of Manitoba, 1891–1900, V. J. Kaye, editor and compiler (Toronto, 1975).
  • Oleksander Dombrovsky, Outline of the history of the Ukrainian Evangelical-Reformed movement (New York et Toronto, 1979) [text in Ukrainian].
  • A heritage in transition : essays in the history of Ukrainians in Canada, M. R. Lupul, editor (Toronto, 1982).
  • J.-P. Himka, Galician villagers and the Ukrainian national movement in the nineteenth century (New York, 1988).
  • V. J. Kaye, Early Ukrainian settlements in Canada, 1895–1900 Dr. Josef Oleskow's role in the settlement of the Canadian northwest (Toronto, 1964).
  • O.T. Martynowych, The Seraphimite, Independent Greek, Presbyterian and United Churches, umanitoba.ca/...canadian.../05_The_Seraphimite_Independent_Greek_Presbyterian_and_United_Churches.pdf -
  • O.T. Martynowych, The Taras Shevchenko Reading Club/Educational Society for ...umanitoba.ca/faculties/.../04_The_Taras_Shevchenko_Reading_Club.pdf –
  • O. T. Martynowych, Ukrainians in Canada : the formative period, 1891–1924 (Edmonton, 1991).
  • M. H. Marunchak, Studies in the history of Ukrainians in Canada (5 vol. published, Winnipeg, 1964– ) [text in Ukrainian].
  • O. I. Sych, From the « new land » letters of Ukrainian emigrants from Canada (Edmonton, 1991) [text in Ukrainian].

Ligações externas[editar | editar código-fonte]