Déjoces

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Déjoces
Rei da Média
Reinado c. 700-678 a.C.
Sucessor(a) Fraortes
Dinastia meda
Nascimento século VIII a.C.
Morte 678 a.C.
Ocupação soberano
Filho(s) Fraortes
Pai Fraortes, o Velho

Déjoces[1] ou Deioces[2] (r. 700–678 a.C.) foi, de acordo com o historiador grego Heródoto, o unificador dos medos em um único estado. Déjoces era um líder tribal, mas devido a sua astúcia ele consegue ser proclamado rei de seu povo e funda um grande reino organizado no início do século VII a.C., tendo Ecbátana, supostamente fundada por ele, como capital.

Déjoces teria planejado habilmente um plano inteligente para estabelecer um governo autocrático sobre os medos, que naquela época viviam em aldeias autônomas separadas, ou melhor, em distritos. Em um período de grande injustiça em todo o país, ele não poupou esforços para fazer cumprir a justiça em sua própria aldeia; sua reputação de juiz imparcial foi se espalhando gradualmente pela região e muitos medos de aldeias vizinhas se apresentavam a ele para que suas causas fossem solucionadas. Finalmente, Déjoces afirmou que seu papel era muito problemático e se recusou a continuar administrando a justiça. A injustiça, o banditismo, a desordem e a ilegalidade reinaram então, pior do que antes, de modo que os medos se reuniram e finalmente resolveram eleger um rei para governá-los; elegeram Déjoces. Ainda de acordo com Heródoto, Déjoces ordenou que um palácio fosse construído, em torno da qual a capital foi erguida, Ecbátana. Ele estabeleceu um protocolo rigoroso de reclusão e deferência, bem como uma rede nacional de espiões, administrou a justiça e teria governado por 53 anos sobre as seis tribos medas unidas: os búsios, paretacênios, estrucatas, arizantes, búdios e magos.[3][4] Ao morrer, seu filho, Fraortes, o sucedeu no trono, sendo este o pai de Ciaxares.[5]

Referências

  1. Gonçalves, F. Rebelo (1966). Vocabulário da Língua Portuguesa. Coimbra: Coimbra Editora. p. 316 
  2. Enciclopédia Brasileira Mérito. [S.l.]: Editôra Mérito S. A. 1967 
  3. «DEIOCES – Encyclopaedia Iranica». iranicaonline.org. Consultado em 9 de agosto de 2020 
  4. Heródoto, Histórias, Livro I, Clio, 96-101 [pt] [el] [el/en] [ael/fr] [en] [en] [en] [es]
  5. «Deioces» 
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.