Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de DIEESE)
Ir para: navegação, pesquisa
DIEESE
Razão social Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos
Tipo Instituição
Fundação 22 de dezembro de 1955 (61 anos)
Sede São Paulo, SP,  Brasil
Produtos Assessoria
Pesquisa
Educação
Significado da sigla Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos
Website oficial www.dieese.org.br

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) é uma instituição de pesquisa, assessoria e educação do movimento sindical brasileiro. [1]

Origem[editar | editar código-fonte]

A origem do DIEESE remonta a 22 de dezembro de 1955, quando 20 dirigentes sindicais de São Paulo decidem criar um órgão para assessoria técnica aos trabalhadores, além de desenvolver atividades de pesquisa e educação nos temas relacionados ao mundo do trabalho. [2]

Relação com Sindicatos[editar | editar código-fonte]

Os sindicatos são assistidos por economistas do DIEESE, Departamento que possui todas as informações sobre o mercado, acompanhando sua evolução e todas as Convenções Coletivas de Trabalho. O DIEESE possui uma memória importante de dados utilizados para apoiar as negociações de trabalho.

Pesquisas[editar | editar código-fonte]

Algumas pesquisas realizadas pelo DIEESE : [3]

Referências

  1. «Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos». Consultado em 24 de maio de 2016 
  2. «Memória do DIEESE». Consultado em 24 de maio de 2016 
  3. «Pesquisas». Consultado em 24 de maio de 2016 
  4. "Da Redação" ( "Rondoniagora - Jornalismo destemido e pioneiro" ). «Em Porto Velho, Dieese vê queda da cesta básica em abril em comparação com março». Consultado em 22 de maio de 2016. Cópia arquivada em 22 de maio de 2016 
  5. "G1 PA". «Pesquisa do Dieese aponta redução de postos de trabalho no Pará». Consultado em 22 de maio de 2016. Cópia arquivada em 30 de abril de 2016 
  6. «Meu salário». Consultado em 24 de maio de 2016 
  7. "Do UOL, em São Paulo". «Salário mínimo em abril deveria ser de R$ 3.716,77, segundo Dieese». Consultado em 22 de maio de 2016. Cópia arquivada em 17 de maio de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]