DSV Alvin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada no artigo «DSV Alvin» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (maio de 2015)
Alvin (DSV-2)
O DSV Alvin em 1978, um ano após ter sido utilizado na primeira campanha de exploração das fontes hidrotermais.
Carreira   Bandeira da marinha que serviu Estados Unidos
Proprietário  Marinha dos Estados Unidos
Operador Instituto Oceanográfico de Woods Hole
Fabricante Litton Systems
Homônimo Allyn Vine
Lançamento 26 de maio de 1964 (aquisição)
Estado Início de serviço em 5 de junho de 1964, em atividade em 2014
Características gerais
Tipo de navio Submarino de submersão profunda
Tonelagem 17 t (37 500 lb)
Altura 3,7 m (12,1 ft)
Comprimento 7,1 m (23,3 ft)
Boca 2,6 m (8,53 ft)
Calado 2,3 m (7,55 ft)
Velocidade kn (3,71 km/h)
Autonomia km (3,11 mi), 72 horas com três tripulantes
Profundidade 6 500 m (21 300 ft) (testes)
Tripulação 3, piloto e 2 cientistas observadores
Carga 680 kg (1 500 lb)
Diagrama mostrando os principais componentes estruturais do DSV Alvin.

Alvin (DSV-2) é um submersível tripulado de investigação do oceano profundo, propriedade da Marinha dos Estados Unidos, mas operado pela Woods Hole Oceanographic Institution (WHOI), uma instituição de investigação oceanográfica com sede em Woods Hole, Massachusetts. Com 7 m de comprimento, 16 toneladas de peso e capacidade para transportar 3 tripulantes até aos 4 500 m de profundidade e aí permanecer durante 9 horas, o veículo foi construído em 1963-1964 pelo grupo de equipamentos electrónicos da General Mills (General Mills Electronics Group)[1] e ao longo da sua vida operacional já transportou mais de 12 000 pessoas em mais de 4 000 mergulhos de observação do oceano profundo. Estima-se que a investigação científica conduzida a bordo do Alvin já deu origem a cerca de 2 000 artigos científicos.

Historial[editar | editar código-fonte]

O veículo foi construído em 1963-1964 pelo grupo de equipamentos electrónicos da General Mills (General Mills Electronics Group)[2] , então parte da Litton Industries, nas mesmas oficinas de Minneapolis, Minnesota, usadas para manufacturar maquinaria para produção de cereais de pequeno-almoço. A sua construção custou então 575 000 dólares.

O submersível recebeu o nome Alvin em homenagem ao principal inspirador da construção do veículo, o físico e oceanógrafo Allyn Vine (1915—1994), e entrou ao serviço a 5 de Junho de 1964. O submersível é lançado do navio de investigação e apoio à submersão profunda R/V Atlantis (AGOR-25), também propriedade da Marinha de Guerra dos Estados Unidos e operado pela WHOI. Ao longo da sua história operacional, o submersível já transportou mais de 12 000 pessoas em mais de 4 000 mergulhos para observar o oceano profundo[3] . Estima-se que a investigação científica conduzida pelo Alvin já deu origem a cerca de 2 000 artigos científicos.

Notas e referências

  • Kaharl, Victoria A.. Water Baby: The Story of Alvin. [S.l.: s.n.]. ISBN 0-19-506191-8
  • Kunzig, Robert. The Restless Sea: Exploring the World Beneath the Waves. 1ª ed. [S.l.: s.n.]. ISBN 0-393-04562-5

Ver também[editar | editar código-fonte]

O DSV Alvin junto à popa do R/V Atlantis após uma operação de mergulho. À direita na fotografia a grua utilizada para colocar o submersível na água; à esquerda o hangar onde é mantido o submersível.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre DSV Alvin
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.