Davino Ribeiro de Sena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Davino Ribeiro de Sena
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Diplomata e poeta
Principais trabalhos Poesia
Prémios Poeta laureado, Fundação Nestlé de Cultura (1991).

Davino Ribeiro de Sena (Recife, 1957) é um diplomata e poeta brasileiro.

Graduou-se em Filosofia pela Universidade Católica de Pernambuco.

Davino é considerado um dos mais intrigantes poetas de sua geração. Seus versos possuem um lirismo que descobre o extraordinário nas coisas mais simples. Sena construiu uma poesia rigorosa com alguns poucos elementos favoritos: areia, ferro e vidro.

Paulo Henriques Britto escreveu que "Davino Ribeiro de Sena, um dos melhores poetas brasileiros de sua geração, inventou uma forma poética que vem utilizando há alguns anos: o fotoneto. Em 1999 ele publicou Vidro e ferro, uma coletânea contendo exclusivamente poemas que seguem esse formato, e repetiu o feito em 2015, com o lançamento de Ternura da água (...) O nome escolhido pelo poeta para designar a nova forma, “fotoneto”, afirma de modo explícito seu parentesco com o soneto, e ao mesmo tempo sugere uma ênfase na imagem, na captura de um momento".

Como diplomata, viveu na Espanha, Austrália, Japão, Estados Unidos, Arábia Saudita e Reino Unido.

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • Memórias (1982)
  • Castelos de Areia (1991)
  • Pescador de Nuvens (1996)
  • O Jaguar no Deserto (1997)
  • Retrato com Guitarra (1997)
  • Vidro e Ferro (1999)
  • Três Martes (2004)
  • Lêgo & Davinovich (2006), em parceria com Elizabeth Hazin
  • Expedição (2007)
  • O Lento Aprendizado do Rapaz que Amava Ondas e Estrelas (2009)
  • O Rei das Ilhas (2011)
  • Ternura da Água (2015)

Premios recebidos[editar | editar código-fonte]

  • Memórias (poema)
Vencedor do Prêmio Gervásio Fioravanti, edição 1982, da Academia Pernambucana de Letras
  • Castelos de Areia (seu primeiro livro)
Laureado no gênero Poesia Brasileira pela Fundação Nestlé de Cultura (1991)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]