De re metallica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Capa da edição original

De re metallica é um livro publicado em latim em meados do século XVI que cataloga o estado da arte da mineração, a refinação e a fundição de metais, publicado um ano postumamente em 1556 devido a um atraso na preparação das xilografias para o texto. O autor foi Georg Bauer, cujo pseudónimo era o nome latim de Georgius Agricola. O livro continuou sendo o texto autoridade sobre a mineração durante os seguintes 180 anos depois da sua publicação. Também foi um texto importante de química da época e é significativo na história da química.[1]

O livro consiste de um prefácio e doze capítulos, chamados de "livro I" até "livro XII", sem títulos. Ele também possui diversas xilogravuras mostrando diagramas e observações, ilustrando equipamentos e processos descritos no texto.

Edições[editar | editar código-fonte]

  • Georgii Agricolae. De Re Metallica libri XII. – Basileae: Froben. – 1556. – 590 s.
  • Georgius Agricola. Vom Bergkwerck XII Bucher. – Basel: Froben. – 1557. – 486 s.
  • Georgius Agricola. De Re Metallica. Edited by Herbert Clark Hoover and Lou Henry Hoover. – New York: Dover Publications. – 1950.

Referências

  1. Musson; Robinson (1969). Science and Technology in the Industrial Revolution. [S.l.]: University of Toronto Press. pp. 26, 29 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre De re metallica
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre De re metallica