Deiscência (medicina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Na medicina, Deiscência é a abertura de suturas.[1] , uma separação da camada de aponeurose durante o período pós-operatório. É detectada pelo extravasamento de secreção serosa sanguinolenta pela ferida, podendo ser parcial, com alguns centímetros de abertura ou completa, permitindo a saída de órgãos através da ferida operatória, chamada evisceração. Esta é resultante da incapacidade de manter a camada aponeurótica fechada devido à deficiência de vitamina C (ácido ascórbico)[2] , tratamento com algumas drogas, como corticóides e penicilinas, tabagismo, cirurgias contaminadas e infectadas, pressão excessiva e contínua em área da lesão, presença de trauma e edema, esforço físico precoce, entre outros.

Referências