Aponeurose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde Setembro de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

As aponeuroses (do grego, απο, "afastado" e νευρον, "tendão") ou aponevroses são membranas achatadas de constituição semelhante à dos tendões, podemos encontra-las prendendo os músculos do tórax aos ossos da caixa torácica. Têm uma cor branco-nacarado, cujo aspecto é bem documentado durante a cirurgia. A sua espessura varia, mas, ainda que sejam finas, são muito resistentes. Como um invólucro ao redor dos músculos, as aponeuroses criam resistência e aderem à superfície da região do osso ao qual o músculo se prende, funcionando como um tendão mas de forma achatada.

São formadas por tecido conjuntivo denso e têm a característica de, tal como os tendões, serem pouco irrigadas.

Têm uma função de suporte, não só protegendo os músculos, como também delimitando locas. Para se ter uma ideia da sua função, é conhecido de todos os cirurgiões que ao operam abaixo da aponeurose, se no final da cirurgia ela não for bem suturada e ficar uma pequena abertura, o músculo, quando contrair, fará hérnia através dessa abertura (hérnia incisonal) Anatomicamente clinico o processo hernial acaba por se submeter a largas pressões intramembranosas.

Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.