Descarrilamento de trem em Jajapur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Descarrilamento de trem em Jajapur
Descrição
Data 13 de fevereiro de 2009
Hora 19h45min (Horário local)
Local Jajpur, Orissa
País Índia
Tipo de acidente Descarrilamento
Estatísticas
Comboios/trens 1
Mortos 9
Feridos 150

O descarrilamento de trem em Jajapur refere-se ao desastre ocorrido às 19h45min (horário local), no estado oriental de Orissa, na Índia, em 13 de fevereiro de 2009. Acredita-se que doze vagões pertencentes à locomotiva Coromandel Express da linha Haora-Chennai tenham descarrilado após a partida do trem na estação de Jajapur Road, perto de Jajapur.[1] A causa do acidente é atualmente desconhecida. O acidente, por sua vez, fatalizou nove pessoas e deixou por volta de 150 feridas.[2]

Eventos[editar | editar código-fonte]

Após os relatos iniciais indicaram que o número de mortos seria de dez pessoas,[3] dois trens de resgates foram enviados para o local. Testemunhas oculares temiam que os passageiros ficassem presos em dois dos vagões descarrilhados. As equipes médicas e de resgate da sede da East Coast Railway, em Bhubaneswar, convergiram para o local do acidente e ergueram iluminação de emergência para acelerar o trabalho de resgate, que havia sido prejudicado pela escuridão. Pessoas locais ajudaram os serviços de emergência em seus esforços de resgate, com um cidadão local descrevendo o acidente como "horrível e sério". O ministro de Estado da União para Ferrovias, R. Velu, chegou ao local no sábado de manhã para fazer um balanço da situação. Um inquérito de alto nível foi ordenado para determinar a causa do acidente, disse ele.[2]

Quatorze dos 27 vagões do trem expresso descarrilou por volta de 110 quilômetros da capital do estado, Bhubaneswar. Algumas das repartições do trem estavam deitadas umas sobre as outras e várias pessoas ficaram presas embaixo dos destroços dos vagões do trem. Os feridos foram enviados para os hospitais locais.[2]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

O ministro disse que as empresas ferroviárias pagariam quinhentos mil rupias indianas e serviços para os familiares de cada falecido no acidente.[4]

Além de fornecer tratamento médico gratuito, as companhias efetuaram o pagamento do valor determinado de cinquenta mil rupias indianas para os feridos graves e dez mil rupias indianas para os outros feridos.[2]

Referências

  1. «Train crash in India 'kills 15'» (em inglês). BBC News. 13 de fevereiro de 2009. Consultado em 13 de fevereiro de 2009. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2019 
  2. a b c d «Death toll in derailment scaled down to 9 (Night Lead)» (em inglês). The Hindu. 15 de fevereiro de 2009. Consultado em 15 de fevereiro de 2009. Arquivado do original em 28 de junho de 2009 
  3. «Train derails in Odisha, 10 feared dead» (em inglês). NDTV. 13 de fevereiro de 2009. Consultado em 13 de fevereiro de 2009. Arquivado do original em 29 de janeiro de 2013 
  4. «14 coaches of Coromandel Express derail in Orissa, 15 dead» (em inglês). timesofindia.indiatimes.com. 14 de fevereiro de 2009. Consultado em 8 de abril de 2019. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2017