Dhu al-Qidah

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde setembro de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Dulcada[1] (em português) ou Dhu al-Qidah/Dhu'l-Qa'dah (em árabe: ذو القعدة) é o décimo primeiro mês do calendário islâmico, composto por 29 ou 30 dias. Significa "mês do repouso", aparentemente porque os árabes pré-islâmicos usavam este mês para descansar das guerras, funcionando como época de trégua. É um dos quatro meses sagrados do islão, junto com Muharram, Rajab e Dhu al-Hija.

O calendário islâmico é um calendário lunar, começando cada mês com o registo visual da lua nova. Uma vez que o calendário islâmico é cerca de 11 ou 12 dias mais curto que o calendário solar, o mês de Dhu al-Qidah acaba por passar por todas as estações do ano. As datas correspondentes ao início e fim deste mês no calendário gregoriano são as seguintes[2]:

Ano (calendário islâmico) Ano (calendário gregoriano) Dhu Qadah
1440 2019 4 de julho - 2 de agosto
1441 2020 22 de junho - 21 de julho
1442 2021 11 de junho - 10 de julho
1443 2022 1 de junho - 30 de junho
1444 2023 21 de maio - 19 de junho

Referências

  1. Alves, Adalberto (2013), «Dulcada», Dicionário de Arabismos da Língua Portuguesa, ISBN 9789722721790, Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, Instituto Camões, p. 443, consultado em 31 de maio de 2014. 
  2. IslamiCity - Hijri Gregorian Converter (em inglês): https://www.islamicity.org/Hijri-Gregorian-Converter. Acessado em 11 de setembro de 2018.
Ícone de esboço Este artigo sobre o Islamismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.