Diario Frontera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diario Frontera
Periodicidade diário
Formato standard
Sede Ejido, Mérida,
 Venezuela
Fundação 12 de agosto de 1978 (41 anos)
Fundador(es) José Benedicto Monsalve
Presidente Alcides Monsalve
Diretor Alcides Monsalve
Editor Alcides Monsalve


O Diario Frontera é um jornal venezuelano de corte generalista que circula no estado Mérida e a zona Sur do Lago de Maracaibo. Fundado em 1978 na capital do estado [1] é o diário mas antigo e de maior circulação desta região.

É membro fundador a Câmara Venezuelana de Imprensa Regional e está filiado ao Bloco de Imprensa Venezuelano.

Característica[editar | editar código-fonte]

O jornal é distribuído em formato tipo standard cor e está conformado por três corpos. Inclui notícias regionais, nacionais, internacionais, em âmbitos de política, desportos, saúde e tecnologia. Também edita dois suplementos de domingo: a revista Aquí entre Nos e o suplemento infantil Chipilín[2], como também edições especiais em certas datas como A Feria del Sol e Día del Trabajador[3].


História[editar | editar código-fonte]

Oficialmente a Diario Frontera foi lançado o 12 de agosto de 1978 por quem fosse seu fundador e proprietário o Sr. José Benedicto Monsalve, com o apoio de um grupo de empresários da cidade entre quem destaca o advogado e escritor Rafael Ángel Galegos, seu primeiro director. Os primeiros exemplares foram impressos em alvo e negro em uma velha rotativa que tinha pertencido até então ao Diario Critica da cidade de Maracaibo.

Nos anos 80 Diario Frontera caracterizou-se por ser um jornal generalista em alvo e negro de ao redor de 20 páginas dividido em dois corpos. Desde 1989 publica com regularidad uma página ou secção dedicada exclusivamente a temas da Universidade dos Andes, isso devido à grande concentração estudiantil e a importância que tem esta instituição na vida da cidade.

Em meados de 2005 depois da publicação da reseña policial de um jovem universitário assassinado, a sede do jornal foi atacada por um grupo de estudantes dando início a uma série de distúrbios que afectaram à maior parte da cidade[4] [5]. Este facto produziu a rejeição dos diferentes sectores politicos e sociais que fazem vida na região bem como uma reacção de parte da ONG Repórteres Sem Fronteiras[6]. No entanto no meio de questionamentos por parte das autoridades o facto não foi pesquisado[7] [8].

Para o ano 2009 Diario Frontera é uma publicação madura que oferece quatro corpos durante a semana e cinco nos sábados e domingos com algumas páginas a cor[9]. Para a celebração de suas 30 anos levou a cabo uma renovação de sua imagem corporativa que incluiu mudança de logo e tipografia, reoerganización do conteúdo e uma nova maquetación a seis colunas[10]. Um pouco mas adiante começa a publicar-se um corpo de desportos em formato tabloide a todo a cor[11].

Circulação[editar | editar código-fonte]

Em 2010 o jornal ténia uma circulação de 40 mil exemplares (45 mil no dia domingo) distribuídos principalmente no estado Mérida, Sur do Lago de Maracaibo, zona Panamericana e com uma pequena presença em Caracas. Assim mesmo conta com uma versão digital em linha.

Directores[editar | editar código-fonte]

  • Rafael Ángel Gallegos
  • Alcides Monsalve


Citações[editar | editar código-fonte]

  1. http://books.google.es/books?id=UoAEXSM4U60C&pg=PA63#v=onepage&q=vigilante&f=false
  2. Entre frontera y montaña. Arquivado em 9 de fevereiro de 2009, no Wayback Machine. Revista Producto. Febrero de 2008. Edición 291. Caracas, Venezuela.
  3. «Cópia arquivada». Consultado em 20 de agosto de 2011. Arquivado do original em 30 de março de 2012 
  4. http://www.eluniversal.com/2005/06/14/pol_art_14111C.shtml
  5. http://www.eluniversal.com/2005/06/15/pol_art_15109A.shtml
  6. http://www.ifex.org/venezuela/2005/06/20/molotov_cocktail_attack_on_daily/
  7. http://www.aporrea.org/actualidad/n61930.html
  8. «Cópia arquivada». Consultado em 20 de agosto de 2011. Arquivado do original em 23 de janeiro de 2013 
  9. «Cópia arquivada». Consultado em 20 de agosto de 2011. Arquivado do original em 30 de março de 2012 
  10. http://www3.producto.com.ve/articulo.php?art=1348[ligação inativa]
  11. «Cópia arquivada». Consultado em 20 de agosto de 2011. Arquivado do original em 23 de janeiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.