Dietilaminoetil celulose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estrutura esquemática da DEAE-C: grupos dietilaminoetanol carregados positivamente podem ligar-se íons negativos.

Dietilaminoetil celulose (DEAE-C) é uma resina positivamente carregada usada na cromatografia de troca iônica, um tipo de cromatografia de coluna utilizada na purificação/separação de proteínas e ácidos nucleicos.[1] Grânulos de matriz de gel são derivados do dietilaminoetanol (DEAE) e bloqueiam proteínas carregadas negativamente ou ácidos nucleicos para a matriz, até serem libertados por aumento da concentração de sal do solvente.

Referências

  1. Solange Maria Bonaldo , Sérgio Florentino Pascholati. «Efeito de frações parcialmente purificadas de Saccharomyces cerevisiae na germinação de conídios e formação de apressórios por Colletotrichum sublineolum e Colletotrichum lagenarium» (PDF). Summa Phytopathol., Botucatu, v. 33, n. 3, p. 233-238, 2007  line feed character character in |autor= at position 22 (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço relacionado ao Projeto Química. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.