Discussão:Arlindo Barreto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Untitled[editar código-fonte]

1º: É pastor, não padre. 2º: Ele nunca tentou esconder nada de ninguém. Quem conhece o testemunho de Arlindo Barreto sabe o que ele fez, por que ele mesmo conta. 3º: Ninguém precisa ficar preso ao passado. Só porque ele teve "envolvimento com as drogas ou com a relação extensa de filmes sexuais" não significa que ele deve passar o resto da vida pagando por isso. 4º: Vamos revisar a ortografia... ...........................


Agora que ele é padre ( vide site oficial ) ele não comenta o seu envolvimento com as drogas ou com a relação extensa de filmes sexuais que realizou.........não sei o quê é pior.........uma pessoa utilizar a religião para ludibriar as pessoas ou as pessoas que frequentam os "cultos " sem saber a origem de que está " pregando ".....


@Untitled[editar código-fonte]

Não ta preso ao passado, mas o passado faz parte, não da pra apagar. Qdo é pra detonar quem não é cristao como de outras religioes, ateus, gays, aí gostam de detonar. Toda vez q alguem deixasse de ser cristao e virasse "infiel" queria ver se cristaos não iam xiar e fazer criticas. Entao citar o passado dele é valido sim, caso ele resolva criticar outros, basta lembrar do passado dele pra que ele julgue a si proprio antes de julgar outros.