Dogma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Dogmas)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros artigos outros significados, veja Dogma (desambiguação).

Dogma é um sistema oficial de princípios ou de doutrinas de uma religião, como catolicismo romano,[1] ou os pontos de vista de um filósofo ou de uma escola filosófica como Estoicismo.

No sentido pejorativo, dogma refere-se a decisões forçadas, como as de interesses ou autoridades políticas agressivas.[2][3]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A palavra "dogma" foi traduzida no século XVII a partir do latim dogma significando "princípio filosófico" ou "princípio", é derivado do grego dogma (δόγμα) significa literalmente "aquilo que se pensa que é verdade" e o verbo dokein, "parecer bom".[4][5]

Religião[editar | editar código-fonte]

Budismo[editar | editar código-fonte]

A visão ou a posição (Pali diṭṭhi, sânscrito dṛṣṭi) é uma ideia central no budismo.[6] No pensamento budista, uma visão não é uma coleção simples e abstrata de proposições, mas uma interpretação carregada da experiência que molda e afeta intensamente o pensamento, a sensação e a ação.[7] Ter a atitude mental adequada em relação às visões é, portanto, considerado parte integrante do caminho budista, pois algumas vezes as visões corretas precisam ser colocadas em prática e as visões incorretas abandonadas, enquanto outras vezes todas as visões são vistas como obstáculos à iluminação.[6]

Cristianismo[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Dogmas da Igreja Católica

O cristianismo é definido por um conjunto de crenças centrais compartilhadas por praticamente todos os cristãos, embora a forma como essas crenças básicas sejam implementadas e as questões secundárias variem dentro do cristianismo. Quando formalmente comunicadas pela organização, essas crenças às vezes são chamadas de "dogmata". As posições religiosas formais da organização podem ser ensinadas aos novos membros ou simplesmente comunicadas àqueles que optarem por se tornar membros. É raro o acordo com as posições formais de uma organização ser um requisito para participação, embora a associação possa ser necessária para algumas atividades da igreja.[8]

Islam[editar | editar código-fonte]

No Islã, o Alcorão, Hadith e aqidah correspondem, embora de forma diferente entre linhas culturais e teológicas, aos termos latinos dogma/dogmata .[9]

Filosofia[editar | editar código-fonte]

Estoicismo[editar | editar código-fonte]

Em Estoicismo, "dogma" (δόγμα) é um princípio estabelecido pela razão e pela experiência. O estoicismo tem muitos dogmas, como o conhecido dogma estoico "o único bem é o bem moral, e o único mal é o mal moral".[10]

Referências

  1. «Dogma». New Advent Catholic Encyclopedia. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  2. [http://www.merriam-webster.com/dictionary/dogma, "dogma." Merriam-Webster.com | An Encyclopædia Britannica Company, Inc. 1831 | <www.merriam-webster.com/about-us/faq> http://www.merriam-webster.com/dictionary/dogma>.
  3. «Dogma». dictionary.com. Consultado em 4 de outubro de 2016 
  4. «Dogma (n)». Online Etymology Dictionary. Douglas Harper. 2016. Consultado em 4 de outubro de 2016 
  5. «Dogma». The Free Encyclopedia by Farlex. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  6. a b Paul Fuller (2005). The Notion of Diṭṭhi in Theravāda Buddhism: The Point of View. [S.l.]: Psychology Press. ISBN 978-0-415-34293-3 
  7. Lusthaus, Dan (2002). Buddhist Phenomenology (PDF). [S.l.]: Routledge. p. 242, n. 46 
  8. [1], "dogma" The Oxford Dictionary of Philosophy. Simon Blackburn. Oxford University Press, 2011 <http://www.oxfordreference.com/views/ENTRY.html?subview=Main&entry=t98.e978>.
  9. Muḥammad ʻĀbid Jābirī, "the principle of analogy", in Arab-Islamic Philosophy, trans. Aziz Abbassi (Austin: University of Texas Press, 1999), 74-85. ISBN 9780292704800
  10. http://www.ptypes.com/fundamental_dogmas.html

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Dogma