Dorothy Gulliver

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dorothy Gulliver
Nome completo Dorothy Kathleen Gulliver
Nascimento 6 de setembro de 1908
Salt Lake City, Utah, EUA
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 23 de maio de 1997
Valley Center, Califórnia, EUA
Ocupação atriz
Atividade 1926-1976
Cônjuge Chester De Vito (? - ?)
Jack R. Proctor (? - ?)
Outros prêmios
WAMPAS Baby Stars em 1923
IMDb: (inglês)

Dorothy Kathleen Gulliver (6 de setembro de 1908 - 23 de maio de 1997) foi uma atriz de cinema estadunidense que iniciou sua carreira na era do cinema mudo, sendo uma das poucas a se manter em atividade com o advento do cinema sonoro. Atuou em 96 filmes entre 1926 e 1976.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dorothy nasceu em Salt Lake City, Utah, e teve sua chance de ir para Hollywood quando ganhou um concurso de beleza em Salt Lake City, patrocinado pela Universal Pictures. Assinou contrato com a Universal após o bem sucedido teste de tela, e trabalhou para o estúdio durante muitos anos.

Foi uma das "WAMPAS Baby Star" de 1928.[1][2] The WAMPAS Baby Stars foi uma campanha promocional, patrocinada pela United States Western Association of Motion Picture Advertisers, uma associação de anunciantes de cinema, que homenageava treze (quatorze em 1932) jovens mulheres a cada ano, as quais eles acreditavam estarem no limiar do estrelato cinematográfico. Elas foram selecionadas a partir de 1922, até 1934, e eram premiadas anualmente e homenageadas em uma festa chamada WAMPAS Frolic.

O primeiro filme de Gulliver foi o seriado The Winking Idol, em 1926, para a Universal Pictures, ao lado de William Desmond. Atuou ao lado de atores como William Desmond, Jack Hoxie e Hoot Gibson e grande parte de seus filmes foi em curta-metragem, para a Universal.

Fez parte da série silenciosa The Collegians, nos anos 1920.[3] A série foi produzida pela Universal, e durou quatro anos, com 44 filmes que retratavam o dia-a-dia da vida colegial.[4]

Com o advento do som no cinema, Gulliver se tornou uma heroína popular em westerns dos anos 1930, tais como os seriados The Galloping Ghost, The Phantom of the West, The Shadow of the Eagle, The Last Frontier e Custer's Last Stand. Atuou também ao lado de John Wayne, Rex Lease, Tim McCoy, Jack Hoxie, Tom Tyler e Wild Bill Elliott.

Aos poucos, foi fazendo papéis menores, não-creditados, a ponto de, no filme King Kong (1933), ser creditada apenas como ”girl”.[5] Permaneceu ativa até 1976, tendo ainda um papel importante no filme Faces, em 1968. Seu último filme foi Won Ton Ton: The Dog Who Saved Hollywood, pela Paramount Pictures, em 1976, onde fazia uma velha senhora em um ônibus.

Dorothy morreu em Valley Center, Califórnia, em 23 de maio de 1997, aos 88 anos, de pneumonia.[6] Foi cremada e suas cinzas foram espalhadas.

Vida familiar[editar | editar código-fonte]

Foi casada duas vezes: com Chester De Vito, de quem se divorciou, e com o assistente de direção Jack R. Proctor.[7]

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]