Dracula (versão espanhola)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dracula (versão espanhola)
Dracula
 Estados Unidos
1931 •  p&b •  104 min 
Direção George Melford
Roteiro Bram Stoker (original)
Baltasar Fernández Cué (versão espanhola)
Elenco Carlos Villarías
Lupita Tovar
Barry Norton
Pablo Álvarez Rubio
Eduardo Arozamena
Gênero horror
Música Philip Glass
Cinematografia George Robinson
Idioma espanhol
Página no IMDb (em inglês)

Drácula é uma versão de 1931 de língua espanhola do filme Dracula,[1] dirigido por Tod Browning e estrelado por Bela Lugosi. A versão de língua espanhola foi dirigida por George Melford e estrelada por Carlos Villarías. O filme foi realizado à noite, usando os mesmos sets que durante o dia serviam para a versão em inglês do filme. Na época, era comum os estúdios de Hollywood produzirem versões em línguas estrangeiras dos seus filmes (normalmente em francês, espanhol, italiano ou alemão), usando os mesmos sets e figurinos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Na noite sinistra dos "Walpurgis", após uma travessia de carruagem pelos Montes dos Cárpatos na Europa Central, o advogado Renfield chega ao castelo do Conde Drácula na Transilvânia. Sua missão é finalizar o contrato de aluguel de uma propriedade em Londres, a abandonada Abadia Carfax, para o Conde. Ele não sabe mas seu nobre anfitrião é um vampiro, que se alimenta de sangue humano e só pode sair à noite, seja como um humano, ou transmutado em um morcego, lobo ou mesmo uma espessa névoa. O Conde deixa Renfield inconsciente com uma droga misturada a um vinho, o hipnotiza e o transforma em seu escravo. Renfield cuida para que Drácula seja transportado em seu caixão por navio, o Vesta, até Londres.

Ao chegar ao porto da cidade britânica, a tripulação do Vesta está toda morta e o único aparente sobrevivente é Renfield, completamente enlouquecido e se alimentando do sangue de pequenos animais. Ele é enviado a um manicômio, enquanto Drácula começa seu ataque aos londrinos.

Drácula atrai Eva Seward, filha do Dr. Jack Seward e que cuida do manicômio. Quando Mina passa a agir estranhamente, o Dr. Seward chama seu amigo, o Dr. Abrahan Van Helsing, que percebe que a moça foi vitimada por um vampiro. Ele encontra Drácula e logo o identifica como sendo a criatura que atacou Mina, pois o conde não reflete no espelho e sente repulsa por uma erva (que depois seria traduzido por alho). Então juntamente com o irmão de Eva, Juan, eles tentam impedir que o maligno conde continue com seus planos inumanos.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Carlos Villarias - Conde Dracula
  • Lupita Tovar - Eva Seward
  • Barry Norton - Juan Harker
  • Pablo Alvarez Rubio - Renfield
  • Eduardo Arozamena - Professor Van Helsing
  • Jose Soriano Viosca - Dr Seward
  • Carmen Guerrero - Lucia Weston
  • Amelia Senisterra - Marta
  • Manuel Arbo - Martin

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • David J. Skal (2004). Hollywood Gothic : The Tangled Web of Dracula from Novel to Stage to Screen ISBN 978-0-571-21158-6
Portal A Wikipédia tem o portal:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme de horror é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.