Drambuie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Garrafa atual do Drambuie.

Drambuie é uma marca de licor de origem escocesa. A bebida é feita à base de whisky, mel, ervas aromáticas e especiarias (geralmente açafrão e noz moscada).[1] Tem uma cor entre amarela e âmbar brilhante com aromas que lembram o alcaçuz e mel.[2] Com 40º de álcool,[1] é servido puro (na temperatura ambiente), com gelo ou em coquetéis. Também é usado como ingrediente na preparação de diferentes pratos e sobremesas.





Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome "Drambuie" é originário do gaélico escocês - possivelmente de um dram buidheach, que significa "a bebida que satisfaz", ou de dram buidhe, que significa "a bebida amarela".

História[editar | editar código-fonte]

Em 1745, o príncipe Carlos Eduardo da Silveira organizou um exército de clãs nas Highlands Escocesas para restituir os tronos Britânicos que pertenciam à sua família. Após a Batalha de Culloden em 1746, após a eminência de uma derrota, o príncipe fugiu para a ilha de Skye, com a ajuda de seu fiel capitão, John MacKinnon do Clan MacKinnon.

Segundo a lenda da família, o príncipe recompensou MacKinnon com a receita da bebida premiada, o seu elixir pessoal. (Esta versão dos acontecimentos é contestada por historiadores - alguns acreditam que ela seja uma história inventada para impulsionar as vendas da bebida).

A lenda ainda diz que a receita foi dada no final do século 19 pelo Clã MacKinnon para James Ross. Ross desenvolveu e melhorou a receita no Broadford Hotel em Skye, distribuindo para os seus amigos e, depois, para os clientes, em 1870.

Foi um desses amigos que cunhou o nome. Ross, em seguida, distribuiu a bebida para mais longe, eventualmente, para a França e depois para os Estados Unidos. O nome foi registrado como marca em 1893. Ross morreu jovem, para pagar a educação de seus filhos, sua viúva foi obrigada a vender a receita, por coincidência para família MacKinnon, diferente da família no início do século 20. A família MacKinnon foi a última a produzir a bebida desde então.

A primeira distribuição comercial do Drambuie, em Edimburgo, foi em 1910. Apenas doze garrafas foram originalmente vendidas. Em 1916, tornou-se o primeiro licor a ser permitido na Câmara dos Lordes, e o fabricante começou distribuí-lo em outros países, principalmente para soldados britânicos.

"Rejuvenescimento" da marca[editar | editar código-fonte]

Na década de 1980, os produtores começaram a anunciar o licor. Mais recentemente, o trabalho tem sido feito para reforçar a reputação da marca e passsar a ideia do seu rejuvenescimento.

Para comemorar o 100º aniversário do Drambuie engarrafado em Edimburgo, o fabricante lançou um novo estilo de garrafa e embarcou em uma campanha publicitária televisiva e impressa em 2010. A nova garrafa é transparente e permite que o líquido seja visto. Ela é mais alta e mais fina, supostamente mais fácil para servir. Tem o novo ícone 'DD' atrás da marca Drambuie, e isso aparece também no pescoço da garrafa. A espada no pescoço é uma lembrança de sua origem durante a revolta Jacobita de 1745, e os quatro diamantes representam os valores intimamente associados com Príncipe Charlie - Risco, Rebelião, Paixão e Mistério.

Premiações[editar | editar código-fonte]

O Drambuie tem tido bom desempenho em competições internacionais recentes. Em 2008, ele recebeu "95-100" pontos (o mais alto possível) a partir da classificação da Wine Enthusiast.

Em 2009, o fabricante lançou The Royal Legacy of 1745, um barril único com infusão de 46% de álcool por volume do licor de uísque de malte - que recebeu o Drinks International Retail Travel Award, em outubro de 2009.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]